Compartilhe

sony-ps4-branco

Os resultados financeiros da Sony mostram claramente que o problema da empresa está na sua divisão de dispositivos móveis, cuja queda de lucros afetou inclusive uma divisão muito mais estável: a do PlayStation. Pois bem, segundo a Reuters, em uma recente conferência para os investidores, os executivos da empresa já planejam que em três anos eles esperam deter os prejuízos com a redução da produção de TVs e smartphones, e maiores investimentos na divisão de videogames.

O plano seria uma resposta contras as previsões de prejuízos de US$ 1. 7 bilhão para o mês de março de 2015. A estratégia é deixar um pouco de lado a competição por cota de mercado contra os seus concorrentes, e dar uma maior atenção aos pequenos dispositivos que oferecem lucros a curto prazo (incluindo os seus aclamados sensores de imagem). Ou seja, a Sony vai repetir a estratégia da Samsung, que também anunciou a redução do seu catálogo de smartphones.

Sem entrar em detalhes, o relatório esclarece que a divisão de smartphones será reorganizada. Os detalhes não serão revelados ate o começo de 2015 (quem sabe na MWC). Outras medidas de economia contemplam a já cancelada parceria com  FIFA, o que deve reduzir em US$ 280 milhões os gastos em patrocínio (a decisão também estaria relacionada aos rumores de manipulação de votos para as sedes das copas de 2018 e 2022).

Já a divisão do PlayStation segue fazendo dinheiro com futuros jogos, e os lucros devem aumentar com o novo serviço de streaming de jogos. Em resumo: a Sony vai concentrar dinheiro e esforços naquilo que está trazendo dinheiro para a empresa. Simples assim.

Via Reuters, Sony (.pdf)


Compartilhe