Compartilhe

O Facebook liberou uma ferramenta que permite a cópia de todas as fotos e vídeos para o Google Fotos de forma mais direta, simplificando o processo de migração de dados de um sistema para outro. A ausência desse tipo de ferramenta obrigou a muitos usuários manterem as suas fotos nos dois ecossistemas.

A ferramenta foi liberada primeiro na Irlanda, e em um momento posterior ao redor do mundo. Você pode acessar a ferramenta na página do Facebook, e assim exportar fotos e vídeos para o Google Fotos realizar uma cópia idêntica de todo o conteúdo, deixando tudo salvo na nuvem do Google.

 

 

Uma ferramenta do Data Transfer Project

 

 

O Facebook mudou de ideia, e agora aposta na portabilidade de dados. Em setembro de 2019, a empresa publicou detalhes sobre como seriam as ferramentas de portabilidade no futuro, onde algumas deveriam “garantir a privacidade na transmissão de dados”.

A nova ferramenta é parte do Data Transfer Project (DTP), onde o Facebook anunciou a sua participação em julho de 2019, junto com quatro das maiores empresas de tecnologia do mundo (Apple, Microsoft, Google e Twitter) para criar um padrão de portabilidade de dados de código aberto. Entre as empresas envolvidas, a portabilidade dos dados vai ficar muito mais fácil.

A nova ferramenta do Facebook estará disponível em todo o mundo no primeiro semestre de 2020, e ao longo dos próximos meses também veremos ferramentas equivalentes, que vão migrar dados do Google Fotos para o iCloud, da nuvem da Microsoft para o Facebook e vice-versa, já que todas vão utilizar o mesmo padrão. Uma mudança radical, convenhamos.

 

 

O Data Transfer Project conta com 18 colaboradores ativos e uma API para facilitar a transmissão de dados entre os sistemas. É um projeto de grande envergadura, onde apenas a Amazon está fora entre as gigantes.

Quando a ferramenta estiver disponível para os brasileiros, você deve ir nas configurações do Facebook, e no local onde hoje está o item de download de nossos dados, também está disponível a opção para passar a informação de forma codificada para outro ecossistema.

A ferramenta vai solicitar a sua senha do Facebook antes de iniciar a transferência de dados, e tudo será codificado para o padrão do Data Transfer Project. Por enquanto, a ferramenta ainda está em desenvolvimento e fase de testes na Irlanda.

 

Via Facebook


Compartilhe