Facebook usa Minecraft para treinar novo assistente digital dotado de inteligência artificial | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Facebook usa Minecraft para treinar novo assistente digital dotado de inteligência artificial | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | Facebook usa Minecraft para treinar novo assistente digital dotado de inteligência artificial

Facebook usa Minecraft para treinar novo assistente digital dotado de inteligência artificial

Compartilhe

Os pesquisadores da Facebook Research desejam criar um assistente digital avançado que use a inteligência artificial para ser cada vez mais capaz para realizar tarefas conforme ele interagem com os seres humanos.

E a maneira como eles planejam alcançar esse objetivo é integrando esse assistente ao popular videogame Minecraft (o mais vendido de todos os tempos, com mais de 170 milhões de cópias e mais de 90 milhões de usuários mensais). O jogo sandbox permite explorar livremente um amplo mundo virtual e explorar seus recursos naturais, criar ferramentas e construir todos os tipos de estruturas usando blocos.

A escolha pelo Minecraft aconteceu porque o jogo oferece um número quase ilimitado de tarefas possíveis, mas o faz em um mundo com regras simples e, até certo ponto, previsíveis.

Tanto que os pesquisadores de inteligência artificial já estão começando a usar este jogo como uma plataforma para treinar e testar outros sistemas diferentes de IA.

As condições do ambiente do jogo permitem que a execução de uma tarefa seja simples, uma vez que ela é especificada, permitindo movimentos e ações programáveis.

Os jogadores do Minecraft são criativos, e a diversidade de objetos criados por eles no jogo é incrível. Eles incluem […] monumentos, esculturas, templos, montanhas-russas e paisagens urbanas completas.

 

O assistente digital treinado no Minecraft

 

A ideia é pedir ao assistente, por meio de ordens verbais, para construir as estruturas de que precisamos em todos os momentos. Esse é outro obstáculo que o assistente terá que enfrentar: as complexidades da linguagem coloquial e a fraca capacidade dos seres humanos de explicar que tipo de estruturas concretas estão pensando a qualquer momento.

Uma frase aparentemente simples como “Construa uma torre com 20 metros de altura e coloque um sorriso gigante no topo” na verdade requer um notável grau de conhecimento, uma compreensão da estrutura da frase, um som claro que permite identificar belas palavras, entre outros elementos.

E então, a parte mais difícil persiste: o assistente deve ser capaz de entender o conceito de “torre”, saber como construí-la e entender a que seu interlocutor se refere com as expressões “blocos altos”, “smiley” ou “topo da torre”. E não se esquecer de identificar a qual figura a palavra se refere (’20’ neste caso).

É tudo isso o que o assistente precisa fazer nesse treinamento. Convenhamos, não é uma tarefa fácil.

 

Via MIT Technology Review


Compartilhe