Compartilhe

Eu realmente estou procurando entender o que se passa pela cabeça das pessoas, em especial com alguns seres que usam o Facebook de forma tão absurda. Você sabia que uma menina de 17 anos foi leiloada na loja online da rede social de Mark Zuckerberg?

A menor do Sudão do Sul foi literalmente vendida através da rede social mais popular do planeta, sem que houvesse uma reação oportuna por parte da rede social. E essa passividade do Facebook está gerando um duro questionamento sobre o tráfico de pessoas através das redes sociais.

Por mais inacreditável que tal cenário possa acontecer, esse tipo de caso ainda tem espaço em determinadas partes do mundo. N.N.D. se transformou na décima esposa de um empresário do seu país.

O acordo foi fechado em troca de 530 vacas, três unidades do Toyota Land Cruiser e US$ 10 mil para os pais da menor leiloada. A situação despertou o alerta global para o assunto, com o objetivo que o mesmo não se repita em outros pontos.

Enquanto o aviso ficou em evidência, o anúncio de leilão da jovem de origem étnica Dinka, uma das mais elevadas da África, destacava que “os filhos do vencedor serão futuros jogadores da NBA”. Sem qualquer tipo de empecilho ou restrição no texto do anúncio.

A grave situação não foi barrada a tempo pelo Facebook. George Otim, da ONG para a proteção dos direitos da infância Plan International, afirmou que “Este uso bárbaro da tecnologia é uma reminiscente dos tempos de tráfego de escravos. Que uma criança possa ser vendida dentro da maior rede social do mundo vai além de qualquer lógica. O Facebook tem a responsabilidade de garantir e proteger os direitos das mulheres e das crianças”.

O Facebook eliminou a conta de quem publicou o anúncio, mas já era bem tarde. Se defendeu, afirmando:

“Eliminamos a publicação e desativamos de forma definitiva a conta pertencente à pessoa que a publicou. Seguimos melhorando os métodos que utilizamos para identificar o conteúdo que viola as nossas políticas”.

Pois é… para espionar as conversas privadas dos usuários, o Facebook é bem rápido. Certo?


Compartilhe