Estas populares extensões do Chrome e Firefox coletam e vendem os seus dados | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Estas populares extensões do Chrome e Firefox coletam e vendem os seus dados | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Estas populares extensões do Chrome e Firefox coletam e vendem os seus dados

Estas populares extensões do Chrome e Firefox coletam e vendem os seus dados

Compartilhe

Uma investigação realizada pelo Washington Post revelou que um grupo de extensões para navegadores web estão compilando e vendendo os dados de seus usuários. A pior parte é que são extensões muito populares e utilizadas por mais de quatro milhões de usuários.

 

 

Todos já foram retirados da Chome Web Store

O caso foi batizado como DataSpii, e as extensões denunciadas são compatíveis com o Google Chrome e Firefox. São oito extensões, mas as mais populares são:

– Hover Zoom
– SpeakIt!
– SuperZoom
– SaveFrom.net Helper
– FairShare Unlock
– PanelMeasurement

 

O comportamento de cada uma dessas extensões era muito diferente. Algumas delas começam a coletar dados logo depois da instalação, enquanto que outras esperam em média 24 dias para começar o processo.

A “espera” fez com que fosse muito mais complicado detectar esse comportamento (tanto para os usuários como por parte do Google e da Mozilla). Muitos dos dados compilados foram publicados na Nacho Analytics, plataforma de pagamento que se vende como “o Modo Deus da Internet” (Modo Deus: tem um comando no Windows que libera em uma única área todos os recursos de configuração do sistema operacional; é algo que é executado no Gerenciador de Arquivos e os usuários mais experientes contam com tal comando ativo em seus computadores).

Um ponto positivo é que as extensões não mais aparecem na Chrome Web Store. Se você tentar acessar a cada uma delas através de um link, você recebe a clássica mensagem de erro 404.

Outro dado que você deve levar em consideração é que, de todas as extensões denunciadas, apenas duas estavam disponíveis para o Firefox. O investigador descobriu que as extensões do Firefox que conseguiram coletar dados de usuário foram instaladas a partir de páginas de terceiros, e não a partir do navegador.

A má notícia é que não há muitas formas de se proteger para esse tipo de comportamento e extensões que hoje confiamos podem acabar se comportando de forma inadequada (por exemplo, se elas são vendidas para outras empresas).

Esta notícia lembra a todos que devemos olhar com atenção para as extensões que instalamos em nosso navegador, e desconfiar de imediato daquelas que não contam com muitos dados, ou que contam com um comportamento um tanto suspeito.

 

Via Washington Post


Compartilhe