Errar é humano. Mas há quem pense que o erro do estagiário não é algo de ser humano. E, se você foi um estagiário na vida, sabe disso. Mas sempre tem alguém mais azarado que nós: que o diga o estagiário da Google que, de forma inadvertida, publicou uma publicidade falsa, o que custou à gigante de Mountain View nada menos que US$ 10 milhões.

Tudo começou em um treinamento

O erro ocorreu em um exercício de treinamento em grupo. Os funcionários da Google estavam aprendendo a utilizar o sistema de inserção de anúncios, e esse funcionário foi além, realizando um pedido de compra real no sistema.

Esse erro resultou em uma publicidade falsa, composta apenas por um retângulo amarelo. O tal retângulo apareceu em milhões de sites e apps por 45 minutos no dia 4 de dezembro.

Quando o estagiário se deu conta do erro que cometeu, tentou parar a campanha às pressas. Para piorar as coisas, a publicidade tinha valor pelo menos 10 vezes acima do normal (US$ 25 por CPM; o normal varia entre US$ 2 e US$ 4 por CPM).

O novo anúncio não foi inserido apenas no Google AdX, mas também em diversos sistemas de parceiros, o que garantiu uma audiência ainda maior. A Google prometeu que vai pagar pela publicidade exibida para os donos dos sites e aplicativos.

O valor final da falha não foi declarado, mas é estimado que o prejuízo que a Google tomou gira em torno de US$ 10 milhões. A Google afirmou que já implementou sistemas em funcionamento para impedir que tal falha volte a acontecer. Sobre o estagiário e seu futuro, nada sabemos sobre ele. Provavelmente está cuidando dos jardins da sede central da Google.

Moral da história: se você acha que a sua vida está ruim e que você é um perdedor completo, lembre-se: sempre tem alguém que está em um dia muito pior.