estação espacial

E dessa vez nem o Bruce Willis vai conseguir evitar.

A estação espacial chinesas Tiangong-1 recebeu há cinco anos uma equipe de astronautas asiáticos para fazer história (sendo os primeiros a alcançar esse status). Porém, desde março de 2016, essa mesma estação espacial se encontra à deriva no espaço. E ela vai se esborrachar contra o planeta Terra.

A Tiangong-1 (Palácio Celestial, em chinês) está nesse momento em queda livre e em rota de colisão contra a Terra, mas ninguém consegue calcular com precisão onde ou quando o impacto vai acontecer.

 

 

O histórico de queda da estação especial teve uma baixa considerável de sua altitude nos últimos meses. Porém, não dá para calcular onde ou quando as mais de oito toneladas do artefato vai cair.

O AeroSpace lançou um site oficial para monitorar as atividades da Tiangong-1 durante sua queda, e até agora os cientistas só conseguiram reduzir a área provável de impacto em uma zona entre 43 graus norte e 43 graus sul do planeta Terra.

Na teoria, a maior parte dessa área é coberta pelo oceano, mais existe uma chance em 10 de que os escombros atinjam uma área povoada, o que pode causar danos dignos de um filme do Michael Bay.

Sobre a data do impacto, as estimativas mais avançadas apontam para o mês de março de 2018 como o mais factível.

Ainda dá tempo de chamar o Bruce Willis. Ou mandar alguns mísseis para destruir essa bagaça.

Ou devemos começar a rezar?

 

Via New York Post