Essas pessoas não existem. Foram criadas por uma inteligência artificial | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Essas pessoas não existem. Foram criadas por uma inteligência artificial | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | Essas pessoas não existem. Foram criadas por uma inteligência artificial

Essas pessoas não existem. Foram criadas por uma inteligência artificial

Compartilhe

Está cada vez mais claro que não devemos mais confiar no que estamos vendo na internet. E sim, somos conscientes do contraditório que essa frase é ao dizer isso na internet. Mas é compreensível. Nem a gente acredita em qualquer coisa na internet.

Mas sempre existe um projeto que consegue chamar ainda mais a atenção. Os avanços no uso das redes neuronais e aprendizagem automática são constantes, e sempre com margens de melhora. É o caso desse estranho site, onde o endereço diz tudo: thispersondoesnotexist.com (essa pessoa não existe).

O site é bem simples: é basicamente uma fotografia. Cada vez que entramos na página (ou recarregamos a mesma com F5), aparece uma foto diferente. São imagens de pessoas normais e comuns. E isso é o especial do site.

 

 

Pessoas criadas por IA com um nível de detalhe incrível

 

 

Na realidade, nenhuma das pessoas das fotos são reais. São fotos criadas com uma Inteligência Artificial, e não correspondem com nenhuma pessoa existente no planeta. Porém, o algoritmo consegue criar pessoas únicas. Do nada.

Não é a primeira vez que vemos algo desse tipo. Mas o mais interessante do site é a qualidade de suas criações. Se você não sabe que não são pessoas reais, você acredita nas fotos. Apenas algumas pistas apontam que a imagem foi modificada, mas é preciso ter um olho muito atento para isso.

 

 

Por exemplo, o cabelo ainda aparenta artificialidade, e em algumas fotos aparecem vórtices muito característicos de quando uma imagem foi implementada por uma redeu neuronal. Mas com uma análise mais detalhada é possível perceber tais erros.

O site é meio misterioso, já que não explica o processo de criação, nem mesmo quem é o seu criador. No Hacker News, um usuário afirma ser o seu criador, e que se baseou em GAN, uma rede neuronal que compete consigo mesma para conseguir sempre o melhor resultado. Por isso, todas as vezes que carregamos a página temos um rosto novo.

Cada vez mais convincente.

 


Compartilhe