Compartilhe

A Microsoft matou o MSN Messenger (ou Windows Live Messenger) em 2013, e o Skype assumiu o seu legado. Hoje, bem sabemos como tudo terminou: estamos em 2019, e ainda tem gente que sente falta do Messenger original. O do MSN, não esse do Facebook.

A prova disso é o projeto Escargot, que permite utilizar várias versões do MSN Messenger sem utilizar os falecidos servidores da Microsoft, com um ótimo funcionamento e recursos que muitos mensageiros modernos não possui.

O Escargot não é algo novo, mas muitos nunca ouviram falar dele. Mas se você é nostálgico, pode valer a pena o teste do software no Windows 10. Porém, fique atento, pois esse software carrega um trojan que o Windows Defender não detectou. pode ser um falso positivo, mas a Microsoft possui o software malicioso em sua base de dados. Ou seja, você está por sua conta e risco ao instalar o programa.

 

 

Uma viagem ao passado

 

 

O Escargot está disponível em múltiplos idiomas. Basta fazer o download de uma das versões pré-alteradas do aplicativo, que vão do MSN 5.0 até o WLM 8.5. Obviamente, o recomendado é usar a última.

Tmabém estão disponíveis as versões sem alterações e instruções sobre como você pode fazer as modificações. Algumas delas contam com vários extras, como o criador de emoticons. Você precisa criar uma conta do Escargot para usar os softwares modificados, mas é um cadastro bem simples.

Basta ter um endereço de e-mail válido e uma senha para iniciar sessão no Messenger e adicionar amigos na sua lista de contatos. O app é exatamente o mesmo que você usou no passado, com sons, cores, fontes, emoticons animados, desenho à mão, envio de arquivos, mudança de avatar, de status, envio de sons, etc.

A única coisa que não funciona são os serviços externos que eram oferecidos pelos servidores da Microsoft, como jogos e atividades. Mas o Escargot integra outras coisas, como Facebook e YouTube dentro da mesma janela de sua lista de amigos.

 

 

Toda essa lembrança sobre como era o MSN Messenger nos faz pensar em como a Microsoft desperdiçou a plataforma por completo, especialmente por nunca dar o passo para o mundo mobile a tempo.

É incrível como um programa tão velho tenha coisas que muitos apps de mensagens modernos ainda não possuem, e é até triste ver todo esse potencial jogado no lixo.

Se você quer saber mais sobre o Escargot, o projeto está alojado no GitLab.

 

Download | Escargot


Compartilhe