Erros para evitar na hora de comprar um notebook novo | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Erros para evitar na hora de comprar um notebook novo

Erros para evitar na hora de comprar um notebook novo

Compartilhe

Comprar um notebook novo ou qualquer outro tipo de aparelho eletrônico não é uma tarefa tão simples, principalmente em tempos de crise onde os preços estão altos e o orçamento fica cada vez mais limitado. 

 

Já dei dicas para comprar um notebook aqui no TargetHD, e neste post falarei sobre alguns erros básicos que você deve evitar na hora de escolher seu novo produto.

 

 

 

Não saber o tipo de uso do notebook

 

O principal erro na hora de escolher um notebook novo é não saber quais tipos de tarefas serão executadas nele. 

 

Muitas vezes, não é nem o aparelho em si que é ruim, ele só não é o ideal para você.

 

Saber os processos que serão executados com frequência é algo fundamental, pois são eles que determinam o tipo de produto que deve ser comprado.

 

Por exemplo, se o seu objetivo é apenas trabalhar com redação, planilhas simples, fazer pesquisas ou coisas do tipo, um notebook mais básico já será capaz de te atender de forma satisfatória. 

 

Mas se você executa planilhas mais pesadas, precisa editar alguns vídeos mais básicos ou realizar outras tarefas do tipo, será necessário um produto intermediário.

 

Já se objetivo é trabalhar com projetos de design, arquitetura, modelagem 3D, jogar jogos mais atuais, ou realizar tarefas mais pesadas, é indicado escolher um notebook com processador de alto desempenho, com uma boa placa de vídeo dedicada, com no mínimo 8GB de RAM, com SSD e com uma tela com melhor resolução. 

 

 

 

Não compre apenas pela marca

 

Outro fator em que você não deve se apegar demais é a uma marca específica. O importante é comprar um produto que consiga realizar as tarefas que serão executadas nele.

 

Lembre-se: o que determina o desempenho do produto são as configurações e a construção, e não a marca em si. 

 

 

 

Não se apegue demais ao modelo do processador

 

Outro erro comum na hora de comprar um notebook é se apegar demais ao modelo do processador, levando em conta apenas se ele é i5, i7, etc, como se isso fosse o único fator que determina o desempenho.

 

É importante saber que há i3 que são superiores a muitos i5; há i5 que são superiores a muitos i7. O mesmo vale para os modelos da AMD: Ryzen 3, Ryzen 5, Ryzen 7, que são os mais comuns nos notebooks.

 

Mais do que se apegar apenas ao nome do chip, é necessário analisar se ele é de uma geração mais recente, aos sufixos dele, a quantidade de núcleos e threads e a velocidade do clock (GHz) que ele possui.

 

 

 

Escolher o notebook mais barato

 

Infelizmente os notebooks estão sendo vendidos por um preço absurdo devido a alta do dólar e alguns outros fatores. Ainda assim, idealmente, não opte pelo aparelho simplesmente por ser o mais barato, principalmente caso seu orçamento seja suficiente para comprar um produto melhor, pois isso vai poupar uma grande dor de cabeça.

 

Atualmente, os modelos mais baratos do mercado são os Chromebooks, que são funcionais para tarefas de digitação, pesquisas na internet, entre outras tarefas mais básicas, mas não são indicados para processos mais pesados.

 

Se suas necessidades são mais básicas, um bom Chromebook já será capaz de te atender. Caso necessite executar tarefas mais pesadas, será necessário um notebook mais potente.

 

 

 

Escolher o notebook apenas por ser caro

Também não é necessário comprar um notebook simplesmente por ele ser caro.

 

Na hora de escolher, o que você deve analisar é se o produto tem o que é preciso para executar de forma satisfatória as tarefas que você necessita no dia a dia. 

 

Comprar um notebook caro demais pode ser simplesmente um gasto desnecessário caso você não tenha tanto dinheiro sobrando e não precise de um produto tão potente. 

 

 

 

Comprar o primeiro produto por impulso 

 

Caso você não entenda nada sobre notebooks ou computadores, não saia por aí simplesmente comprando por impulso o primeiro produto da loja, pois é quase certeza de que ele não te atenderá da forma correta.

 

Lembre-se de que há diversos fatores que determinam o desempenho, e caso você não tenha o conhecimento necessário para escolher, é ideal buscar ajuda.

 

A internet é um lugar com muitas informações úteis, e pesquisando no YouTube ou no Google você encontrará diversas sugestões; dois exemplos são esse artigo de melhores notebooks do site Uma Dica por Dia, que selecionou alguns dos principais aparelhos da atualidade, e o canal Qual notebook comprar, que testa modelos de diferentes faixas de preços e características.

 

Esses são apenas alguns dos diversos tipos de conteúdos que estão disponíveis na web, e por aqui mesmo é possível encontrar diversas dicas e informações valiosas. 

 

 

 

Não analisar as opções de upgrade 

 

Quando se compra um notebook novo você espera que ele seja durável e útil por alguns anos, então, outro fator que é importante se atentar é nas opções de upgrade que ele possui.

 

Se o seu orçamento no momento só for suficiente pagar por um produto com HDD (que são mais lentos) ou SSD de pouca capacidade (que não conseguirá armazenar uma grande quantidade de arquivos), ou com pouca RAM, por exemplo, é importante saber se ele comporta mais armazenamento (seja substituindo o que vem de fábrica ou com alguma entrada livre) e também mais memória, pois pode ser importante no futuro.

 

Upgrades são mais comuns em desktops, que são bem mais versáteis nesse quesito, porém, o simples fato de aumentar a memória RAM e colocar um SSD no notebook já são capazes de melhorar muito o desempenho.


Compartilhe