Compartilhe

A Amazfit possui um amplo e complexo portfólio de relógios inteligentes. Grande o suficiente para deixar muitos consumidores bem confusos, especialmente porque alguns modelos são muito semelhantes entre eles por fora e por dentro. Logo, esse post tenta colocar um pouco de ordem no caos.

A seguir, você vai conhecer as quatro linhas de smartwatches da Amazfit nesse momento, colocando em contexto as principais diferenças entre as séries.

 

 

 

Linha Basic

 

 

Como o seu próprio nome indica, é a linha mais básica de relógios inteligentes da Amazfit.

É composta por quatro modelos:

– Amazfit Bip
– Amazfit Bip Lite
– Amazfit Bip S
– Amazfit Bip S Lite

 

São relógios pensados para aqueles só querem conhecer suas métricas nos esportes e que valorizam a longa autonomia de bateria acima do design. As diferenças entre os modelos dessa família são mínimas, pois todos contam com a mesma tela e design, além de peso e dimensões similares.

A diferença dos modelos padrão (Bip e Bip S) para os modelos Lite é a presença do GPS. Nos modelos sem GPS é possível registrar a rota, mas obriga o uso do smartphone durante a jornada.

Algumas melhorias estão relacionadas com a resistência à agua, com os últimos modelos lançados com suporte aos 50 metros de profundidade, além da presença do Bluetooth 5.0, que deve entregar maior autonomia de bateria. Mas tudo depende do uso que você dá ao relógio.

 

 

 

Linha Sport

 

 

É composta por cinco modelos:

– Amazfit Stratos
– Amazfit Stratos+
– Amazfit Stratos 3
– Amazfit T-Rex
– Amazfit Pace

 

São relógios pensados nos esportistas, logo, mais resistentes. Seu design é mais avançado, mas sem ter o ar de um produto premium.

São relógios muito parecidos entre si, sendo que o Amazfit Stratos 3 é o mais completo por contar com um sistema de geoposicionamento mais completo. O Amazfit Pace é mais básico (e mais barato), enquanto que o Amazfit T-Rex tem o design mais diferente dessa família.

 

 

 

Linha Fashion

 

 

É composta apenas por dois modelos:

– Amazfit GTS
– Amazfit GTR

 

O primeiro é muito parecido com o Apple Watch no design e na interface, enquanto que o segundo é muito inspirado no Huawei Watch. Ambos contam com acabamento mais premium e materiais nobres, como o couro ou o metal.

Aqui, é mais uma questão de gosto do que de funcionalidades. Porém, são diferentes nos detalhes. O Amazfit GTS possui caixa quadrada de 43 mm e tela AMOLED de 1.65 polegadas. Já o Amazfit GTR conta com versões de 42 ou 47 mm, onde o modelo maior possui 410 mAh de bateria, enquanto que o menor possui 190 mAh. E aqui os números influenciam na autonomia total dos modelos.

 

 

 

Linha Flagship

 

 

É composta por três modelos:

– Amazfit Verge
– Amazfit Verge Lite
– Amazfit Nexo

São dispositivos mais minimalistas e simples, pensados no dia a dia. É um meio do caminho entre as linhas Fashion e Sport, e um dos modelos é o único compatível com as redes 4G LTE.

O Amazfit Nexo é o mais completo, pois tem uma tela maior e recebe o processador Snapdragon Wear 2500, que é o que permite que ele receba o 4G LTE para realizar e receber chamadas. Em compensação, sua autonomia de bateria é muito menor que os demais.

O Amazfit Verge é o smartwatch do dia a dia, com um design mais urbano. É menor e menos potente, o que faz com qeu sua autonomia alcance os cinco dias de uso. Já o Amazfit Verge Lite é uma versão ainda mais reduzida, com autonomia de até 20 dias.

 

 

 

Modelos independentes

 

 

Além das quatro linhas apresentadas acima, temos alguns dispositivos adicionais.

O Amazfit X é um relógio pulseira que está em fase de produção. Sua campanha na IndieGoGo levantou 1.6 milhão de euros com 11.897 investidores. Ele deve chegar ao mercado em outubro de 2020.

 

 

Já o Amazfit Ares só está disponível na China e é um relógio resistente, pensado nos esportistas. Seu design lembra o T-Rex, mas um pouco mais quadrado. Seu preço sugerido é de 61.5 euros (já convertidos), mas não tem previsão de lançamento para o mercado internacional.


Compartilhe