TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Entenda: Amazfit não é o mesmo que Xiaomi | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Pulseiras Inteligentes (Smartbands) | Entenda: Amazfit não é o mesmo que Xiaomi

Entenda: Amazfit não é o mesmo que Xiaomi

Compartilhe

Os relógios da Amazfit ganharam uma relevância por conta da ótima qualidade de construção dos produtos e os preços muito competitivos. E todo mundo sabe que essa marca está diretamente vinculada com a Xiaomi, e isso faz com que essa filosofia de boa relação custo-benefício se faça presente.

Porém, esse vínculo gera uma certa confusão em muitos usuários, que acabam entendendo que Amazfit é o mesmo que Xiaomi. Bom, não é bem assim.

Com o objetivo de esclarecer essas confusões, este post vai responder algumas questões que moram na cabeça dos mais indecisos e menos informados.

 

 

 

Huami é a peça chave de tudo isso

Eu, você e metade da torcida do Flamengo conhecem a Amazfit, que é a marca que aparece nos nomes dos modelos de relógio comercializados. E se você pensa que essa marca é sinônimo de Xiaomi, esse é um pensamento errado.

A marca Amazfit pertence à Huami e, essa sim, tem algum tipo de relação com a Xiaomi. E a confusão dos usuários até mesmo acontece por conta da expansão simultânea das duas marcas, que cresceram de forma conjunta e ao mesmo tempo.

Enquanto a Xiaomi se destacou inicialmente por fabricar e vender muitos smartphones (para só depois abrir os seus tentáculos para outras categorias de produtos, incluindo relógios e pulseiras inteligentes), a Huami fez exatamente o mesmo, mas voltando seus esforços para os acessórios, relógios e domótica.

Quando a Huami aprovava um produto para o mercado final, a Xiaomi vendia esse produto em seu site, avançando assim a sua distribuição internacional. E foi isso o que aconteceu com os relógios da Amazfit, e é por isso que fazemos a associação entre as duas marcas.

Por conta dos bons resultados alcançados nas vendas dos seus relógios, a Amazfit ganhou uma certa independência em alguns mercados, deixando um pouco de lado a parceria com a Xiaomi que, por consequência disso, teve que começar a desenvolver os seus próprios relógios e pulseiras inteligentes, como são os casos da Mi Band, do Mi Watch ou do Mi Watch Color.

Um sinal evidente desse “divórcio” entre Amazfit e Xiaomi está no lançamento do aplicativo Zepp, que possui funções similares à Mi Fit, aplicativo de gerenciamento de wearables. Dessa forma, a Huami quer que os seus produtos assumam o controle do próprio destino, seguindo um caminho próprio e paralelo à marca que a ajudou a crescer.

Por outro lado, o lançamento da Mi Band 5 foi outro sinal claro da separação entre as duas empresas, uma vez que a Huami rapidamente lançou a sua Amazfit Band 5 para competir no mercado com um produto similar, mas com diferenciais bem interessantes, como a integração dom a Alexa da Amazon e a função do medidor de oxigênio no sangue.

 

 

 

Como será o futuro dessa relação?

Agora você sabe que Huami e Xiaomi foram parceiras pontuais, e essa união fez com que a Amazfit ganhasse relevância. Porém, uma marca nunca foi sinônimo da outra.

A parceria entre as empresas envolvidas chegou ao fim, e a tendência é que o pouco que resta da colaboração mútua entre Huami e Xiaomi deve desaparecer com o passar do tempo, já que as duas vão lutar para conquistar o coração e o pulso dos usuários.


Compartilhe