Compartilhe

robô

 

Zheng Jiajia, engenheiro chinês de 31 anos, se casou com uma esposa robô que ele mesmo fabricou no ano passado.

O motivo? Se cansou das pressões que recebia para arrumar uma esposa, se cansou de buscar um amor, e decidiu se casar com a parceira robô que ele saiu por dois meses antes do matrimônio.

A cerimônia de casamento teve a presença apenas da mãe de Zheng e alguns amigos, seguindo todas as tradições do país, incluindo o véu vermelho sobre a cabeça da noiva.

E, antes que você me pergunte: o casamento não tem validade legal, já que a China não reconhece esse tipo de patrimônio.

Atualmente, a China tem mais homens do que mulheres por conta das restritas leis de natalidade aplicadas nos últimos anos, entre elas a do único filho, vigente até 2015, o que levou a muitos casais a se limitarem a ter um único filho… homem.

 

 

Já a esposa robô de Zheng é bem limitada. Não pode nem caminhar nesse momento. Mas seu marido trabalha para melhorar suas funções gradualmente.

As reações na China são das mais variadas, indo entre os parabéns pela valentia e trabalho de engenharia até o bullying sem limites.

Chegaram a comentar que tudo isso poderia ser uma ação de marketing, algo que não pode ser confirmado ou desmentido nesse momento. Fato é que esse tipo de casamento pode se tornar muito comum em um futuro não muito distante.

 

Via The Guardian


Compartilhe