Compartilhe

Se você sempre reclamou da baixa autonomia de bateria do seu smartphone, e nunca teve a chance de ter um Motorola Moto Maxx ou até mesmo um ASUS Zenfone 3 Zoom, dois smartphones com autonomia de bateria excelentes, a Energizer pode acabar com o seu problema em breve, e de uma vez por todas.

A fabricante apresentou na MWC 2019 o Energizer Power Max P18K Pop, um smartphone que é praticamente único dentro da sua categoria, por causa da sua enorme bateria. Enorme no tamanho e na capacidade.

 

 

O produto é uma raridade. Não quer ser um campeão de vendas, mas é impossível não notar a sua existência. Mesmo porque estamos diante de uma bateria enorme de 18.000 mAh com um smartphone integrado. Literalmente. Uma verdadeira grosseria (sem trocadilhos).

Na teoria, você tem sim tudo o que um smartphone mais básico precisa. O Energizer Power Max P18K Pop conta com uma tela IPS LCD de 6.2 polegadas (Full HD+, 18:9), processador MediaTek Helio P70, 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 128 GB), dual SIM, conector USB-C, leitor de digitais e Android 9 Pie.

 

 

Nas câmeras uma peculiaridade o seu sensor duplo frontal de 16 MP + 2 MP trabalha em modo pop-up (os sensores saem da parte superior do dispositivo quando você precisa realizar uma selfie ou videochamada). Na traseira, são três sensores de 12 MP + 5 MP + 2 MP, que permite o registro de fotos em modo retrato, mas sem os truques óticos disponíveis em smartphones top de linha.

 

 

Mas o protagonismo desse dispositivo é, sem dúvida, a sua bateria.

 

 

Muita bateria em troca de uma hérnia de disco

 

 

Apesar da Energizer não revelar o peso do Energizer Power Max P18K Pop, com certeza ele pesa mais de 1 kg. E esse é o grande problema. Compensa ter um smartphone com bateria de 18.000 mAh (com modo de recarga rápida… ao menos isso…) com esse peso e tamanho para ter mais tempo de autonomia? Não é melhor carregar uma powerbank ou bateria externa na mochila?

 

 

Por outro lado, o Energizer Power Max P18K Pop tem preço sugerido de 599 euros (sua previsão de lançamento é para 2019). Por um preço similar, é possível comprar um smartphone de qualidade e, com um investimento adicional, comprar uma bateria externa.

Para quem precisa de um smartphone com autonomia para alguns dias (independente do motivo), a Energizer tem uma alternativa. Só não sei se é válida.

 

 

Via Energizer


Compartilhe