A MWC 2019 ofereceu espaço para vários anúncios estranhos, mas ninguém esperava que a Energizer fosse lançar uma bateria de alta capacidade em um formato de smartphone. Assim como também ninguém esperava que a empresa fosse entrar no jogo de smartphones dobráveis.

No passado, os smarpthones dobráveis não estavam em tamanha evidência, chamando pouca atenção da imprensa e dos usuários. Hoje, marcas como Samsung e Huawei apresentaram as suas opções. E tem gente que já procura uma solução de baixo custo com esse formato.

A opção da Energizer nem é muito bonito ou com design bem cuidado. Inclusive os detalhes do produto não puderam ser vistos pelos visitantes da MWC 2019. Porém, a marca promete entregar o produto no mercado por 899 euros na sua versão com processador MediaTek P70.

 

 

Uma versão com Snapdragon 855 vai custar mais cara (1.600 euros). Mesmo assim, é mais barata do que as opções apresentadas por Samsung e Huawei. Lembrando que o dispositivo conta com uma tela de 6 polegadas ‘dobrado’ e de 8.1 polegadas em modo tablet.

A Energizer promete que os dois modelos contarão com uma bateria de 10.000 mAh e, sinceramente, é preciso ver para crer. A rudimentar, pecaminosa e descuidada maquete apresentada na MWC 2019 não mostra onde foram adicionadas as duas células de 5.000 mAh contando com a baixa espessura.

De qualquer forma…