Em 2018, foram menos smartphones vendidos, mas o preço médio de venda subiu | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Em 2018, foram menos smartphones vendidos, mas o preço médio de venda subiu | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Em 2018, foram menos smartphones vendidos, mas o preço médio de venda subiu

Em 2018, foram menos smartphones vendidos, mas o preço médio de venda subiu

Compartilhe

A Counterpoint Research publicou uma análise sobre o mercado de smartphones em 2018 no que se refere aos seus preços, e apresentou uma conclusão bem interessante: o mercado mobile contraiu em 4% nas vendas, mas o preço médio de venda aumentou em 9% no período.

 

 

O aumento não aconteceu em todos os segmentos

 

 

O aumento do valor médio, ou ASP (Average Selling Price) dos smartphones foi o maior registrado em um ano. Mas nem todos os segmentos de preços registraram aumento. Por exemplo, a faixa entre US$ 0 e US$ 150 teve redução do preço médio de venda de 11%, ou seja, o segmento mais econômico do mercado foi ainda mais econômico em 2018. O mesmo aconteceu na margem de preço entre US$ 301 e US$ 400, e entre US$ 401 e US$ 600, que são denominadas como “média-alta” e “premium acessível”.

No primeiro segmento, o preço médio caiu 25% em relação ao ano anterior, enquanto que o segmento “premium acessível”, a queda de preço foi de 17%. Porém, no segmento entre US$ 151 e US$ 300, o aumento nos valores foi de 14%.

 

 

A faixa de preço que registrou o maior aumento de valor de venda foi justamente naquela que é a mais cara de todas, nos modelos “premium”, com valores de US$ 600 ou mais. E é aqui que os fabricantes realmente lucram nas vendas dos seus produtos.

Colocar um smartphone com preço acima dos US$ 1.000 já não é considerado um absurdo por muita gente (para mim, ainda é), e a prova disso é que na faixa de preço acima dos US$ 600, o valor médio aumentou em absurdos 52% em 2018. E, ainda assim, o mercado absorveu esse aumento.

E, como você já pode imaginar, a Apple tem boa parte da culpa no aumento do valor médio dos smartphones premium. A chegada do iPhone X e a sua atualização com os modelos Xs e Xs Max abriu um novo segmento de mercado, com valores acima dos US$ 1.000. Outros fabricantes não demoraram muito para seguir os mesmos passos, e isso fez o preço médio subir. É claro que teve um aumento na qualidade dos smartphones e, por consequência, nos custos de fabricação. Mesmo assim…

Moral da história: o mercado está vendendo menos telefones, porém, são produtos mais caros, mas nem todos. A boa notícia é que os telefones econômicos estão ficando cada vez mais completos e competitivos, e já não é preciso recorrer a um smartphone muito caro para obter um bom desempenho para o dia a dia. Vamos esperar para ver o que vai acontecer no futuro, mas quem sabe veremos um grande aumento nas vendas nos smartphones de entrada e linha media, e uma queda ainda mais acentuada nas vendas dos modelos premium.

No final, o preço médio parece justificar tudo.

 

Via Counterpoint Research


Compartilhe