Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Inteligência Artificial e chatbots | Elon Musk dá chilique por causa da parceria entre OpenAI e Apple

Elon Musk dá chilique por causa da parceria entre OpenAI e Apple

Compartilhe

Elon Musk decidiu dar uma de chiliquenta. Ou como diz o meme do Galvão Bueno com o Tino Marcos, “ele sentiu”.

Depois que a Apple anunciou a integração do ChatGPT da OpenAI em seus sistemas operacionais (incluindo iOS 18, iPadOS 18 e macOS Sequoia), o CEO da Tesla e SpaceX não poupou palavras para manifestar o seu descontentamento com essa decisão.

Sob a alegação de “preocupações com a segurança e a privacidade” (e bem sabemos que não é tão simples assim), Musk ameaça banir dispositivos da Apple em suas empresas se a integração for concretizada.

 

Como o ChatGPT vai se integrar aos sistemas da Apple

Ainda vou falar mais sobre isso aqui no blog, já que entendo que a preocupação da maioria dos usuários da Apple é muito mais genuína do que a de Elon Musk. Mas logo de cara a Apple garante que a integração será segura e opcional, com medidas para proteger a privacidade do usuário.

A gigante de Cupertino sabia que a inclusão do ChatGPT em suas plataformas obviamente despertaria essas desconfianças, e tenta dissipar as dúvidas a todo custo, mas sem apresentar muitos detalhes sobre como vai fazer isso.

De qualquer forma, a Apple apresentou a Apple Intelligence, sua nova plataforma de inteligência artificial durante a WWDC 2024. O ChatGPT será integrado à essa tecnologia, permitindo a execução de diferentes tarefas com comandos de voz ou texto, mas no jeito Tim Cook de ser.

O Apple Intelligence chega aos dispositivos compatíveis com os novos softwares da Apple ainda em 2024 em inglês, e para outros idiomas em 2025.

 

Por que Musk está “preocupado”?

Em uma série de mensagens publicadas no seu parquinho particular (o X), Elon Musk afirma o seguinte:

“se a Apple integrar a OpenAI no nível do sistema operacional, os dispositivos da Apple serão banidos em minhas empresas. Isso é uma violação inaceitável de segurança.”

Ele argumenta que a integração dará à OpenAI acesso a dados confidenciais dos usuários, o que pode representar um risco à privacidade e segurança. Uma bola que eu mesmo levantei durante a apresentação da Apple Intelligence.

A grande diferença entre eu e Elon Musk é que não estou desenvolvendo uma IA, e não vou perder bilhões de dólares com essa parceria.

Musk também critica a OpenAI por ser “politicamente correta” e por não ser de código aberto. Aqui, não sei se ele está falando sério ou sendo irônico, mas vou acreditar na leitura literal dessa afirmação

 

A resposta da Apple

A Apple respondeu às críticas de Musk, afirmando que a integração do ChatGPT será opcional e que os usuários terão controle total sobre seus dados, garantindo a segurança no processo ao tomar medidas para proteger a privacidade do usuário.

Algumas dessas medidas já foram apresentadas pela própria Apple horas depois do keynote inaugural da WWDC 2024:

  • Private Cloud Compute: O processamento das solicitações do ChatGPT será feito em dispositivos Apple, sem a necessidade de enviar dados para a nuvem.
  • Permissão explícita do usuário: Os usuários serão sempre notificados e solicitados a autorizar a utilização do ChatGPT antes que qualquer dado seja compartilhado.
  • Não armazenamento de solicitações: As solicitações feitas ao ChatGPT não serão armazenadas pela Apple ou pela OpenAI.
  • Ocultação de endereços IP: O endereço IP do usuário será ocultado durante a comunicação com o ChatGPT.

 

Elon Musk vai cumprir com a ameaça?

Conhecendo o que Musk fez com o finado e saudoso Twitter… quem duvida?

O impacto para a Apple no banimento do iPhone nas empresas de Musk não se mede pelo número de usuários dos dispositivos, mas do discurso que o dono da Tesla tenta entregar para o mundo.

O mesmo Elon Musk que alterou sensivelmente o estilo de vida de uma tribo indígena na Amazônia com a internet da Starlink (que, por sinal, recebeu denúncia recente sobre atividades altamente suspeitas em território brasileiro) está berrando na internet contra a inclusão do ChatGPT nas plataformas da Apple, alegando “preocupações com a privacidade e segurança dos usuários”.

Soa como algo irônico, para não dizer hipócrita.

Entendo que não vai mudar muita coisa para a Apple se Musk realmente cumprir com a promessa. O que está acontecendo aqui é uma tentativa em manchar a imagem da gigante de Cupertino, ao mesmo tempo que tenta roubar os holofotes, já que a Apple Intelligence foi o assunto do dia.

Ou seja… circulando… não há com o que se preocupar aqui.


Compartilhe