Não está nada fácil para a Tesla. Agora, Elon Musk, seu CEO, confirmou que havia um sabotador dentro da empresa, que realizou mudança nos sistemas operacionais da máquina utilizada na cadeia de montagem, além de vazar informações externas.

Musk não entrou em detalhes sobre o assunto, e assim não sabemos o alcance exato da sabotagem. Mas está confirmado de forma genérica que os danos causados foram graves, e que o sabotador atuou motivado pela ira e despeito contra a empresa porque sua promoção foi descartada. O CEO da Tesla disse que, diante de suas ações, a decisão de não promovê-lo foi acertada.

Musk se mostrou desanimado pelo ocorrido, e lembrou que há muitas empresas e profissionais relacionados com o setor financeiro e de investimentos que querem ver a Tesla cair, tanto pelas perdas registradas nos últimos anos como pelo perigo que representa a sua aposta pela energia solar e elétrica para os grandes magnatas do petróleo e gasolina.

Ele também deixou palavras de ânimo, e lembro que a empresa está muito próxima de alcançar um volume semanal de 5 mil unidades do Tesla Model 3, um feito importante para a empresa, que pode levá-la novamente para o caminho de receitas sustentáveis.

 

Via HotHardware