malware

 

A IBM e o seu sistema de armazenamento Storwize gerou alguns pendrives de inicialização de seu sistema com um malware que pode afetar os dispositivos dos usuários e os sistemas de armazenamento da empresa.

Os usuários já estão sendo alertados sobre o problema. A IBM não especificou o número de unidades afetadas, mas sabemos que os pendrives afetam os dispositivos V3500, V3700 e V5000 Gen 1 do Storwize, focados nos mercados empresariais com sistema de armazenamento híbrido.

A IBM pedem aos clientes que adquiriram um desses sistemas que destruam o pendrive imediatamente, já que os mesmos contam com o código malicioso Troyan Reconyc, voltado principalmente para a Rússia e Ínida, mas que pode afetar usuários de qualquer parte do planeta.

 

 

Os pendrives estão classificados com o código 01AC585, e foram oferecidos pela própria IBM como parte dos componentes de inicialização do Storwize.

O malware fica alojado na pasta de arquivos temporários do sistema, afetando as plataformas Windows, Mac e Linux.

A IBM recomenda eliminar os arquivos temporários criados com a instalação da unidade pela primeira vez, além de executar um antivírus para detectar se o sistema não está infectado.

Não foi revelado como essas unidades foram enviadas para os usuários, mas aguardamos por novidades sobre o assunto.

 

Via IBM