Compartilhe

smartphone

 

Wiley Day, um rapaz de 32 anos decidiu dormir com o seu iPhone carregando ao lado do seu rosto, em cima da cama. O cabo de recarga do smartpone estava conectado em uma extensão, e nosso protagonista usava no pescoço uma corrente do tipo militar, com acabamento de metal.

Enquanto dormia, Wiley se movimentou de tal forma que o colar se enrolou na conexão de extensão do cabo. Resultado: ele recebeu uma intensa descarga elétrica.

Com isso, sofreu queimaduras no pescoço pela alta temperatura que a gargantilha metálica recebeu, além de queimar a mão na tentativa de tirar o acessório do pescoço.

Mas sobreviveu…

 

Wiley levou um grande susto e as queimaduras de segundo e terceiro grau de presente. Ele já está se recuperando, mas ficarão as marcas que o lembrarão pelo resto de sua vida sobre os perigos de dormir com o smartphone ao lado.

Logo seja consciente do perigo dessa prática. Vale lembrar que é sempre bom evitar deixar perto de sua cama qualquer dispositivo tecnológico, além de evitar carregar o dispositivo enquanto você dorme.

Engraçado… de tempos em tempos estamos avisando sobre esses perigos, mas a impressão que dá é que ninguém liga muito para isso. Mesmo porque as pessoas estão se superando nas formas criativas de se machucar durante esse procedimento.

 

Via PhoneArena


Compartilhe