Todo mundo sabe que Donald Trump governa os EUA pelo Twitter, e bloqueia qualquer pessoa que não concorda com sua forma de pensar. Pois bem, uma juíza federal ordenou que Trump não bloqueie mais ninguém na rede social do passarinho azul, por considerar o ato algo inconstitucional.

Mesmo que muitos já esperem pelo drama monumental de Trump no Twitter por causa dessa decisão (algo que não deve demorar a acontecer), fato é que a decisão está tomada.

A discussão nos EUA era se um oficial público, especialmente no caso do presidente da nação, pode ou não bloquear pessoas no Twitter apenas por conta de suas opiniões políticas, e se isso se alinha com o que diz a primeira emenda da constituição daquele país.

A resposta da juíza Naomi Reice Buchwald foi… NÃO!

 

 

Agora, Trump (ou o seu community manager, ou seja lá quem controla a sua conta no Twitter) terá a árdua tarefa de começar a desbloquear as milhares de pessoas bloqueadas ao longo de anos. Incluindo, obviamente, os jornalistas que ele acusou de praticar fake news contra a sua administração.

Muito provavelmente o senhor presidente dos Estados Unidos não está nada feliz com essa medida. Já os twitteiros esperam com ansiedade o momento da explosão raivosa de Trump na rede social. Como se ele fosse um adolescente qualquer, reclamando que a mãe fez bife de fígado acebolado no almoço.

 

+info