Disney+ mutilou Os Simpsons, e isso é sério | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Disney+ mutilou Os Simpsons, e isso é sério | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Cinema e TV | Disney+ mutilou Os Simpsons, e isso é sério

Disney+ mutilou Os Simpsons, e isso é sério

Compartilhe

E vocês pedindo a chegada do Disney+ pra ontem… até entendo, mas a plataforma ainda precisa melhorar.

Depois de poucos dias de vida (e para a surpresa de ninguém), a Disney+ está sendo mais vigiada do que militante político nas redes sociais. Entre algumas boas coisas (como advertências prévias a algumas cenas perturbadores – aka Dumbo #SemSpoilers), a primeira grande polêmica do serviço de streaming não é exatamente o fato da plataforma ficar fora do ar no primeiro dia, mas sim a “atualização” da qualidade de imagem dos episódios de The Simpsons.

 

 

O que Mr. Burns aconteceu, em nome de Homer?

O catálogo do Disney+ inclui as primeiras 30 temporadas de The Simpsons, e os fãs ficaram surpresos (negativamente) ao descobrirem que o serviço de streaming não está exibindo os episódios mais antigos da série no seu formato de imagem original de 4:3.

The Simpsons estreou em 1989, quando todas as TVs do mercado contavam com o formato de imagem “quadrado” de 4:3, também conhecido como “definição padrão”. A série só foi para o formato de alta definição ou 16:9 em fevereiro de 2009, no meio da temporada 20.

As primeiras 19 temporadas e meia de Os Simpsons abarcam um total de 429 dos 661 episódios (até agora, e contando), e todos eles estão na era pré-HD. Ou seja, quase dois terços do conteúdo que está em exibição no Disney+.

 

 

O grande problema é que a plataforma da Disney só exibe esse conteúdo com uma resolução 16:9, e os episódios antigos passaram por um processo de remasterização que tinha como objetivo melhorar as cores e a nitidez dos episódios.

Mas o que era para melhorar acabou estragando. Em muitos casos, a conversão para a tela panorâmica recortou as partes superior e inferior da imagem original e/ou padrão para que a mesma se ajustasse para a relação de imagem em 16:9, provocando em alguns casos a perda de algumas das piadas visuais mais inteligentes da série. A imagem em formato melhorado não exibe todos os elementos da série. E esse problema é muito sério, especialmente quando acontece com 2/3 do conteúdo de uma série.

 

 

Se considerarmos que estamos falando de uma gigante como a Disney, que conta com algumas das tecnologias mais avançadas do mundo do entretenimento (o remake “live action” de O Rei Leão não me deixa mentir), o problema que aconteceu com esses episódios de The Simpsons é algo que beira ao imperdoável. Um pecado mortal.

Até o momento, o Disney+ não se pronunciou sobre o assunto, mas é bem lógico pensar que a empresa vai voltar atrás e oferecer o conteúdo no seu formato de imagem original, evitando assim polêmicas desnecessárias com os fãs de uma das séries mais icônicas da história.

 


Compartilhe