Como se proteger ao usar uma rede WiFi pública

Compartilhe

Todo mundo gosta de coisas de graça. Ter, usar e ganhar coisas sem precisar colocar a mão no bolso tem o mesmo efeito moral de vencer o Super Bowl ou de derrotar a Argentina no futebol. Porém, no caso do uso da internet sem fio ou WiFi, a gratuidade do acesso pode resultar em efeitos colaterais indesejados.

Ter internet de graça é algo que muita gente sonha ou precisa. Algumas pessoas realmente não contam com condições financeiras para pagar por uma conexão de banda larga fixa ou móvel de qualidade, e acabam recorrendo para as redes abertas disponíveis nas grandes cidades.

O problema é que as tais redes abertas também são mais desprotegidas. O simples fato dessa rede não contar com uma senha de segurança já é um sinal claro que ela pode ser menos segura que a rede da sua casa ou escritório, mesmo que essa rede WiFi pertença a algum estabelecimento público, shopping center ou aeroporto.

Não estamos afirmando aqui que você não deve utilizar redes sem fio gratuitas. O que estamos dizendo é que você precisa tomar alguns cuidados ao utilizar essas redes.

E são esses cuidados que queremos enfatizar neste post.

 

 

 

Os perigos no uso de uma rede WiFi pública

 

Além dos seus dados ficarem naturalmente mais expostos, você corre o risco de ter o seu dispositivo hackeado, com os seus dados roubados ou sequestrados. E pagar pelo resgate disso é um prejuízo enorme para qualquer pessoa.

Além disso, ter seus dados pessoais roubados podem resultar em fraudes financeiras que exigem uma burocracia danada para serem resolvidas. Sem falar nos roubos de fotos ou vídeos privados, onde você pode ser vítima de chantagem.

Ou seja, todo cuidado é pouco na hora de usar uma rede WiFi pública para evitar que você tenha problemas sérios de ciber segurança.

Por isso, procure praticar as dicas indicadas a seguir.

 

 

 

Use uma rede de VPN

 

O VPN serve como “protocolo de túnel”, protegendo a sua privacidade ao colocar uma capa de anonimato da sua conexão. Vale a pena quando você vai realizar transações bancárias ou transmitir dados sensíveis pela web.

Apenas acesse sites seguros

O bom senso é sempre uma ferramenta a seu favor. Sempre acesse sites com https (ou com o cadeado ao lado da sua URL), pois eles contam com protocolos seguros de acesso. Caso contrário, jamais deixe dados de cartão de crédito ou de sua conta em sites desprotegidos, pois as chances dos dados ficarem expostos são enormes.

 

 

 

Sempre use a autenticação em dois passos

 

Não esqueça de autenticar as suas contas online com o fator de dois passos, principalmente em sites mais sensíveis, como por exemplo o gestor de e-mail e o site do seu banco. Desative a função de conexão automática, desligue o Bluetooth em locais públicos e use um gestor de senhas.

 

 

 

Encerre todas as sessões antes de sair

 

Por fim, não basta fechar o computador e ir embora da praça de alimentação. Antes de sair do local público, sempre encerre todas as sessões abertas em todas as plataformas que você acessou com aquela rede de WiFi pública. Certifique-se que você está deixando aquele local sem deixar portas abertas para outros usuários bisbilhotarem seus dados.


Compartilhe