TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Dicas para escolher a melhor barra de som para a sua TV | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Áudio e Vídeo | Dicas para escolher a melhor barra de som para a sua TV

Dicas para escolher a melhor barra de som para a sua TV

Compartilhe

Todo mundo ficou mais tempo em casa nos últimos anos, e ir ao cinema se tornou algo ainda mais caro do que já era. Logo, a melhor alternativa foi investir em equipamentos que podem transformar a sala de sua casa ou apartamento em um home cinema, e as barras de som passaram a ganhar um certo protagonismo neste aspecto.

Saber quais são os elementos que devem ser considerados na hora de escolher uma barra de som para a sua casa é algo decisivo para fazer a melhor escolha para atender as suas necessidades, considerando inclusive o orçamento que você possui.

Neste post, vamos mostrar quais são os elementos mais importantes na hora de decidir por uma barra de som para chamar de sua.

 

 

 

A qualidade acima da quantidade

Essa é uma regra que deveria ser adotado para muitas coisas em nossa vida, mas no mundo da tecnologia e do entretenimento, acaba sendo algo essencial.

De nada vale ter um home theater em casa com várias caixas distribuídas pela sala se a qualidade final do áudio mais se aproxima de uma rádio AM mal sintonizada. Logo, vale a pena pesquisar em reviews e comentários de outros usuários se a barra de som que você procura entrega a qualidade que você espera dela.

Se o feedback é positivo, as chances de você investir no produto certo para você aumentam consideravelmente.

 

 

 

 

Potência e número de alto-falantes

Se você não sabe, uma barra de som não conta com um único alto-falante, mas sim com um conjunto de falantes que, combinados, entregam o áudio completo, com os canais separados, como se fosse um home theater de toda a regra.

Ou seja, a barra de som entrega o áudio de alta qualidade em um formato compacto, o que ajuda e muito a vida de quem tem espaços mais limitados. Neste caso, a configuração mínima recomendada para a reprodução de filmes e séries está no padrão 5.1.

Porém, é fundamental combinar esse formato reduzido com a potência que o equipamento pode entregar para o ambiente em que essa barra vai atuar. Aqui, vale a pena gastar um tempo analisando os aspectos técnicos do produto que você pretende comprar, de preferência com os especialistas na área de áudio.

 

 

 

O subwoofer sempre marca a profundidade do som

Qualquer equipamento de áudio tem que entregar um equilíbrio mínimo entre graves, médios e agudos. Porém, as barras de som são voltadas para e entretenimento audiovisual, e muitos efeitos sonoros são calcados nos sons mais graves.

Por isso, o subwoofer que vai trabalhar com a barra de som precisa receber uma atenção especial. Dê preferência por equipamentos que reproduzem os graves com frequências de 20 Hz ou superior. Os filmes do Michael Bay vão agradecer por essa escolha.

 

 

 

A conectividade é cada vez mais importante

Se vivemos em um mundo totalmente conectado, devemos entender que os nossos dispositivos de tecnologia estão igualmente integrados uns aos outros.

Por isso, a sua futura barra de som precisa oferecer um amplo leque de opções de conectividade, pois dessa forma você cobre todas as possibilidades para vincular diferentes dispositivos ao mesmo equipamento de reprodução de som.

Por isso, use e abuse dos padrões. HDMI, Bluetooth, WiFi, cabo coaxial e qualquer outra opção que a barra de som escolhida por você puder oferecer. Neste caso, quanto mais, melhor.

Isso pode inclusive ajudar a garantir a longevidade do seu equipamento, valorizando ainda mais o seu investimento.


Compartilhe