Em 2019, o mercado industrial recebe o primeiro robô da Boston Dynamics, o SpotMini. O cachorro robô pode receber um braço autônomo adaptado para realizar uma série de tarefas, desde pegar objetos até abrir portas e suportar maus tratos.

Como parte da nova campanha de divulgação do produto, um novo vídeo mostra como o SpotMini é forte. Dez unidades desses robôs trabalham em conjunto para deslocar um caminhão. O robô está em desenvolvimento há seis anos, ou desde quando a Boston Dynamics ainda era parte do Google. Com o passar do tempo, ele diminuiu de tamanho e mostrou uma grande variedade de capacidades. E, para variar, o vídeo é impressionante.

 

 

10 Spotpower ‘SP’

 

 

De acordo com a Boston Dynamics, o vídeo quer mostrar a força e, mais uma vez, as amplas possibilidades do SpotMini. A empresa explica que eles precisaram de 10 desses robôs (ou 10 Spotpower ‘SP’) para deslocar um caminhão ao longo de uma área de estacionamento, com uma inclinação de aproximadamente 1 grau ascendente.

Algo curioso: para este vídeo, a Boston Dynamics se refere aos robôs como Spot, e não mais como SpotMini, o que indica que muito provavelmente não veremos mais o irmão maior do robô, mas apenas esse quadrúpede como produto principal da empresa.

A Boston Dynamics também revela que, nos próximos dias, vai começar a liberar as primeiras unidades desses robôs da linha de produção, em unidades que estão prontas para serem entregues para as empresas interessadas. Desde o final de 2018 os robôs estão disponíveis para reservas privadas por empresas selecionadas, e até hoje não foi revelado o preço por unidade do cachorro robô.

De acordo com a Boston Dynamics, o SpotMini é, nesse momento, o seu robô mais ágil, mais pequeno, mais personalizável e capaz de efetuar uma ampla gama de tarefas.

E agora sabemos que ele é forte o suficiente para, em caso de uma eventual rebelião das máquinas, estraçalhar um ser humano sem dó. Cada vez mais eu acho que estamos próximos do nosso fim, onde vamos virar escravos desses robôs.

Sim. Estou exagerando na piada. Mas que existe um bom fundo de verdade nessa piada, é fato.