DeX do Galaxy Note 10 conecta smartphones e PCs como nunca

Compartilhe

A Samsung decidiu acabar de vez com a linha entre smartphones e PCs com o DeX para o Galaxy Note 10. A nova versão do recurso transforma como nunca vimos antes um telefone inteligente em um PC de bolso, em uma interface similar ao de um computador de escritório.

O DeX vem melhorando desde a sua estreia como DeX Station para o Galaxy S8. O DeX Pad foi comercializado com o Galaxy S9, e o Linux on DeX permitia converter os smartphones em PCs quando conectados em uma tela externa, em um ambiente de desktop completo com entorn Linux, apresentado pela Samsung no programa Linux on Galaxy.

O DeX do Galaxy Note 10 vai além, talvez não tanto nas funcionalidades, mas por expandir o seu uso para milhões de computadores Windows e Macs, com um simples conectar do smartphone em uma porta USB do equipamento.

 

 

DeX para Galaxy Note 10: principais características

 

Algumas das funcionalidades como o Link para o Windows dedicado chamam a atenção, mas outros recursos do DeX para Galaxy Note 10 merecem ser apreciados, tais como:

– Arrastar e soltar arquivos entre um PC ou Mac para o smartphone.
– Enviar mensagens, administrar notificações e sincronizar fotos.
– Duplicar a tela utilizando o mouse, teclado e a tela do computador para controlar os apps executados no telefone.
– Manter os dados de forma segura no dispositivo no lugar de sincronizá-los com o PC.
– Realizar e receber chamadas móveis diretamente de um PC conectado com o Galaxy Note 10.

 

Outro ponto interessante é a via contrária: do PC para o Note, já que os usuários do Windows poderão transmitir jogos do computador para um Galaxy Note 10 de forma sem fio, permitindo que você jogue games do PC como se fossem jogos móveis. O app de chat Discord estará disponível para os jogadores, incorporado na launcher de jogos da Samsung.

O Samsung DeX do Galaxy Note 10 pode ser um diferencial relevante em relação à concorrência. Se até agora a versão Linux era mais um nicho para usuários avançados e desenvolvedores, a compatibilidade com Windows e Mac abre as portas para milhões de novos usuários, e possibilidades de novos avanços para o futuro.

Sem depender de um dock, a Samsung limitou os aplicativos que se executam no DeX a apenas cinco, para evitar perdas de desempenho ou vulnerabilidades de segurança. Dado o enorme potencial do Galaxy Note 10 e o seu sistema de resfriamento melhorado, ele é capaz de manejar opções sem fio que não possui, como o Miracast ou o Google Cast, além de atualizar a sua versão para o Windows.

Em resumo: tem muito potencial isso aqui.

 

 

Via SlashGear


Compartilhe