Wetten.com Brasil Apostas
Home » Dicas, Truques e Macetes » Devo comprar um PC com Windows 10 agora?

Devo comprar um PC com Windows 10 agora?

Compartilhe

O Windows 11 vai chegar ao mercado de forma efetiva no final de 2021, com a chegada dos primeiros computadores a contarem com o sistema operacional pré-instalado de fábrica. Diante disso, alguns usuários estão se perguntando se vale a pena investir em um computador com Windows 10 nesse momento.

A dúvida se torna ainda mais relevante quando pensamos de forma mais enfática nos aspectos técnicos que a Microsoft exige para um computador receber o Windows 11, principalmente no caso do TPM 2.0, que tanta polêmica está causando.

Por isso, vamos tentar responder esta e outras dúvidas relacionadas ao tema neste post.

 

 

 

Quem tem Windows 10 vai receber o Windows 11 de graça

 

 

A Microsoft, mais uma vez, não foi muito clara na hora de transmitir as suas informações, dando muito trabalho para produtores de conteúdo como eu. Mas como eu sou pago pelos patrocinadores do blog para isso…

Vamos lá.

Eu sei que ninguém quer comprar um notebook que não será capaz de rodar o Windows 11. E também sei que o mercado de segunda mão estará movimentado, com muitos equipamentos usados com configurações interessantes disponíveis no mercado com preços competitivos.

É claro que você precisa ficar atento e desconfiar de tudo e todos. Mas é importante também ter o conhecimento da informação correta para não cometer erros ou perder a chance de fazer um bom negócio.

Em termos práticos, os computadores que hoje estão com o Windows 10 e que se encaixam com as exigências técnicas da Microsoft (TPM 2.0, processador compatível, espaço de armazenamento disponível, etc) serão atualizados de forma gratuita para o Windows 11.

Isso é oficial. Não é especulação ou dado estimado.

Por isso, todos os desktops e notebooks que hoje são vendidos com o Windows 10 de fábrica serão atualizados para o Windows 11 de graça quando chegar a hora do update, já que suas características técnicas serão mais que suficientes para que o novo sistema operacional funcione sem maiores problemas.

 

 

 

Alguns computadores não poderão utilizar os apps Android no Windows 11

 

 

Outra coisa que a Microsoft não deixou claro na apresentação do Windows 11 é que nem todos os computadores que vão receber o novo sistema operacional poderão utilizar um dos recursos mais interessantes desse software: a possibilidade de executar aplicativos Android.

Para que isso aconteça, o computador em questão deve contar com pelo menos um processador Intel de oitava geração ou superior. Chips das linhas Pentium ou Celeron precisam ser da geração Apollo Lake ou superior. Em termos práticos, todos os processadores lançados de 2017 para frente são compatíveis com os aplicativos Android no Windows 11.

Não há informações sobre a compatibilidade dos apps Android nos processadores AMD, e esse é mais um item que a Microsoft deixou de explicar de forma clara para os usuários.

Então… já perceberam que o forte da Microsoft não é a comunicação, definitivamente.

E é por isso que esse post existe.

 

 

 

Vale a pena ou não comprar um computador com Windows 10 agora?

 

 

Se você tem um computador que foi lançado em 2016 ou antes, que está começando a dar sinais de cansaço e não quer ficar de fora das novidades do Windows 11, vale a pena investir agora o seu dinheiro em um novo equipamento com Windows 10. E vários fatores justificam essa escolha.

Se você for rápido, ainda consegue vender o seu computador atual por um bom preço, evitando assim que você fique com um peso de papel grande e caro em casa. E a escassez de chips informáticos fará com que os preços fiquem cada vez mais elevados nos próximos meses.

Por outro lado, se o seu equipamento ainda é elegível para o Windows 11 por algum motivo, e um upgrade de hardware resolve eventuais gargalos de desempenho, quem sabe vale a pena esperar pelo update e seguir utilizando o computador com Windows 10 até lá. Uma atualização de hardware é sempre mais barato que comprar um computador novo.

E se nenhuma solução servir, faça o que os gamers da Steam estão fazendo: volte para o Windows 7, para desespero da Microsoft.

 

 

 

Os requisitos mínimos para o Windows 11

  • Processador de 1 GHz ou mais, com 2 ou mais núcleos que esteja dentro da lista de compatíveis com o sistema.
  • 4 GB de RAM.
  • 64 GB ou mais de armazenamento.
  • Gráficos compatíveis com DirectX12 / WDDM 2.x
  • Tela de mais de 9 polegadas com resolução HD.

 

Via Business Insider


Compartilhe