TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Devo atualizar o meu velho smartphone? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Devo atualizar o meu velho smartphone?

Devo atualizar o meu velho smartphone?

Compartilhe

Não foram poucas as vezes que escrevemos aqui no blog sobre a importância e a necessidade em atualizar o seu smartphone. E isso é importante não apenas para obter as novidades de software oferecidas pelo fabricante, mas principalmente para reforçar a segurança dos seus dados armazenados no dispositivo.

Por outro lado, em alguns casos muito específicos, a atualização do sistema operacional pode piorar o cenário de uso, principalmente no caso dos smartphones mais antigos, que já contam com um hardware mais limitado simplesmente porque o tempo passou.

Neste artigo, vamos mostrar em quais cenários a atualização de um smartphone mais antigo não é algo recomendado, mesmo que isso possa deixar a segurança do dispositivo um pouco mais restrita ou limitada.

 

Motivos para atualizar o seu smartphone

Eu sei que já falamos sobre isso algumas vezes aqui no blog, mas é importante relembrar (ou apresentar para os novos leitores) os motivos mais importantes para atualizar qualquer smartphone em uso, independente do tempo de uso desse dispositivo.

  • Você realmente quer deixar de usar as novidades de software oferecidas pelo fabricante do seu smartphone, com novas opções e ferramentas integradas?
  • Deixar de receber os novos recursos de segurança e correções de brechas ou falhas no sistema operacional é o mesmo que deixar os seus dados vulneráveis.
  • Versões como o Android 12 ou superior contam com o acesso a um novo painel de controle de privacidade> Dessa forma, você fica sabendo o tempo todo quais são os tipos de permissões que os aplicativos instalados no telefone possuem, estabelecendo um maior controle no acesso aos seus dados e recursos do dispositivo.
  • É a forma mais eficiente para manter o seu dispositivo devidamente otimizado, obtendo assim o melhor desempenho possível.

 

Quando a atualização do smartphone não é recomendada?

Nem tudo na vida é tão simples quanto parece. Inclusive para a atualização dos smartphones.

Em alguns cenários específicos, atualizar um smartphone mais antigo é algo que realmente não vale a pena. E um dos objetivos deste post é justamente tentar ajudar na vida daqueles que não podem perder tempo na vida e com procedimentos que não levam a lugar algum.

Por outro lado, na grande maioria dos casos, não atualizar um smartphone só se justifica quando existe algum problema muito pontual no novo firmware que deve ser corrigido pelo fabricante do dispositivo em um momento futuro.

Caso contrário, não dá para ficar adiando o momento para atualizar o seu dispositivo, mesmo que ele conte com alguns anos de uso. De qualquer forma, é importante mencionar quais são os momentos em que a atualização do smartphone não é algo recomendado:

  • Falhas provocadas por uma atualização ruim (verifique nas redes sociais e fóruns especializados se aquele update provocou problemas no smartphone; se a resposta é SIM, é melhor evitar instalar o novo software).
  • Incompatibilidade com alguns aplicativos (algo absolutamente normal quando falamos de um software para qualquer dispositivo informático; de novo, dê uma olhada no feedback de outros usuários nas redes sociais).
  • Má otimização do sistema operacional (algumas versões consomem mais RAM do que o desejado, gerando lentidão na experiência de uso com o dispositivo).
  • Limitação de potência (algo relacionado de forma específica com a Apple, já que a empresa reduz o desempenho dos modelos mais antigos do iPhone, o que pode fazer com que os usuários do dispositivo acabem trocando de telefone – e é bem isso o que a gigante de Cupertino quer).

Se por algum motivo você atualizou o seu smartphone e se deparou com alguns dos problemas que mencionamos um pouco acima neste artigo, não se preocupe: sempre é possível voltar para versão anterior do sistema operacional, seguindo alguns passos específicos.

O mais importante é não ficar preso por um software que vai limitar a sua experiência de uso com o smartphone. Tome sempre a decisão que melhor vai se alinhar com as suas necessidades com o dispositivo que você já possui.


Compartilhe