A Dell tomou conta das redes sociais nessa semana com o Dell Precision 7720, uma “estação de trabalho” que custa mais de 6 milhões de euros, ou mais de 6.000 iPhones. E esse post explica melhor o que aconteceu.

O Dell Precision 7720 tem preço exato de 6.510.818,15 euros. É o mesmo de você ir até uma Apple Store e pedir mais de 6.000 iPhones. E o mais surpreendente de tudo isso é que o valor citado para o notebook está reduzido: o preço original do produto é de 10.002.798,23 euros. Ou seja, aos interessados que querem comprar o produto, tem um módico desconto de 3 milhões de euros.

Quero três desses, com batata média e refrigerante grande. Para viagem.

 

 

Mas estamos diante de uma estação de trabalho. Mesmo assim, bem cara. Existem PCs absurdamente ótimos que custam mais de US$ 100 mil, valor quase inalcançável para qualquer pessoa. Então, o que esse notebook tem de tão especial para ser um produto milionário?

O Dell Precision 7720 conta com um processador Intel Core i5-7300HQ com gráficos integrados Intel Graphics 630, tela Ultra HD PremierColor de 17 polegadas e armazenamento de até 4 TB. Você pode escolher versões mais potentes, incluindo modelos com Intel Xeon, mas o hardware listado acima é a versão básica.

Então… por que esse preço?

Porque outros componentes desse PC são caros, como os gráficos Radeon Pro ou NVIDIA Quadro ou armazenamento em SSD de até 4 TB. Mas obviamente esse preço está listado errado no site da Dell. Mas o mais chamativo de tudo isso é que a página não foi atualizada, e o preço nas diversas versões internacionais da página só é convertido.

 

 

Logo, é improvável que esse preço seja o oficial, e está muito mais para um erro de programação da página. Os produtos da Dell são de qualidade (na maioria dos casos) e valem o investimento. Mas não creio que a empresa decidiu bater de frente com a Apple, oferecendo produtos com valores milionários.

Mas eu insisto que vou comprar três notebooks como esse para deixar em casa.