A Dell anunciou a chegada ao Brasil de seis novos notebooks, nas linhas Inspiron, XPS e Alienware. Nesse post, o destaque vai para o notebook gaming Area-51m, que permite o upgrade de processador e placa de vídeo. O produto foi anunciado pela Dell na CES 2019.

 

 

Area-51m: o desempenho de um desktop em um notebook

O Area-51m conta com tela de 17.3 polegadas (Full HD) de 144 Hz, GPU GeForce RTX 2070 ou 2080, até 64 GB de RAM, 1 TB de HD e 256 GB de SSD, trabalhando com processador Intel Core i7-9700K ou i9-9900K.

A escolha desses processadores representa um maior consumo de energia, e para resolver o problema do elevado aquecimento do portátil, duas grandes ventoinhas retiram o ar quente por seis saídas separadas.

 

 

O upgrade de CPU e GPU

O novo modelo também permite o upgrade do processador e da placa gráfica. Não há previsão sobre quando o serviço de upgrade estará disponível nos estabelecimentos de assistência técnica especializada da Dell.

O Area-51m pesa quase 3.9 kg, e trabalha com quatro portas USB (uma USB-C com Thunderbolt 3), exigindo duas fontes de alimentação trabalhando simultaneamente para entregar a energia que o processador exige, já que ele não é otimizado para os portáteis.

Aqui, o usuário vai pagar pela proposta de formato. Não dá para dizer que esse é o notebook mais portátil do mundo com esse peso todo, mas ao menos ele será potente o suficiente para economizar algum espaço na sua bancada gaming.

Outra vantagem é que esse computador é mais do que bem vindo para as tarefas mais pesadas do dia a dia, como edição de fotos, vídeos e áudio. E, é claro, para rodas os jogos mais exigentes do mercado atual. E essa capacidade de atualização é muito interessante para os usuários mais exigentes.

O Dell Area-51m tem preço inicial sugerido de R$ 17.899 (na versão com processador Core i7 e GPU RTX 2070). Para outras versões e preços, consulte o site da fabricante.