Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Software | Dá pra editar as mensagens enviadas no WhatsApp. Porém…

Dá pra editar as mensagens enviadas no WhatsApp. Porém…

Compartilhe

Uma no cravo, outra na ferradura. Esse é o esquema de Mark Zuckerberg para oferecer benefícios para os seus usuários.

O WhatsApp finalmente está entregando o que os seus usuários estão solicitando há muito tempo. Primeiro, a conexão para múltiplos dispositivos com a mesma conta, algo que o Telegram já oferecia a algum tempo. Agora, temos a tão solicitada função de edição das mensagens enviadas.

Ou seja, parece que acabou a era da eliminação das mensagens enviadas na conversa, algo que tanto constrangimento gerou para muitas pessoas ao longo dos últimos anos.

Porém, o menino Zuck deixou uma pequena e desagradável surpresa. Aquele asterisco tão desagradável.

 

WhatsApp, e a possibilidade de editar mensagens

O WhatsApp confirma que vai oferecer o recurso de edição de mensagens porque, dessa forma, o usuário pode obter um controle maior sobre as conversas realizadas dentro dos chats, permitindo a alteração de erros ortográficos e a adição de contextos quando necessário.

Insisto que esse é o tipo de recurso que pode ajudar a diminuir equívocos em comunicações que conseguem inclusive destruir relações interpessoais. Além disso, pode eventualmente diminuir os conteúdos de notícias falsas e, obviamente, reduzir os constrangimentos sobre as mensagens removidas, evitando o “por que você apagou a mensagem?”, que é algo sempre muito desagradável.

O recurso está chegando de forma escalonada aos usuários de todo o planeta, de modo que você deve ter um pouco de paciência se a funcionalidade não estiver disponível para você no momento em que você estiver lendo desse artigo.

Na prática, quando você quer editar uma mensagem enviada no WhatsApp, basta você deixar o dedo pressionado na mensagem, e um menu contextual vai aparecer indicando a opção de Editar. Então, basta tocar nesse item, e você poderá modificar a mensagem editada.

Tudo certo até aqui, não é mesmo?

Porém…

 

Sempre tem um porém…

O recurso de edição de mensagens no WhatsApp tem o famigerado asterisco que pode incomodar a alguns usuários.

Primeiro, você terá apenas 15 minutos para repensar no que falou e editar a mensagem enviada no WhatsApp. E esse tempo pode ser insuficiente para aquelas pessoas que são “mais lentas”, e aqui eu não estou falando apenas dos aspectos tecnológicos.

Algumas pessoas são moralmente mais lentas para repensar as bobagens que escrevem no calor da emoção em uma conversa no WhatsApp. Não são poucos os casos daqueles que escrevem sem pensar nas palavras, e o arrependimento só acontece horas depois.

E quando acontece, só existe um recurso: remover a mensagem compartilhada.

Porém, a função de edição de mensagens tem outro ponto que não deve agradar aos emissores das bobagens escritas na conversa: ao lado de cada mensagem modificada, vai aparecer a indicação de status como “editado”, pois dessa forma o destinatário vai saber que aquele conteúdo foi alterado, mas sem ter a possibilidade de ver o histórico de mudanças naquela mensagem.

O mesmo acontece no Telegram, e isso não é algo tão ruim assim. Porém, não evita o constrangimento da pergunta: “o que foi que você originalmente escreveu naquela mensagem”, abrindo a margem para as divergências e discussões desnecessárias sobre o que foi dito fora de contexto.

De qualquer forma, é o WhatsApp que sente a água batendo na bunda, e oferece as mudanças necessárias para agradar os seus usuários. Só falta remover a frase que aparece quando apagamos uma mensagem. Dessa forma, temos um sinal claro de que o menino Zuck está realmente ouvindo os seus usuários.

Mas… acho difícil que isso aconteça. Seria uma enorme revolução para uma plataforma que não é muito pródiga em agradar os seus usuários.


Compartilhe