Wetten.com Brasil Apostas
Home » Notícias » Cuidado ao utilizar o recurso de mudança de sexo no FaceApp

Cuidado ao utilizar o recurso de mudança de sexo no FaceApp

Compartilhe

O final de semana na internet foi um pouco agitado para os internautas, já que artistas, atletas, políticos e personalidades famosas em geral foram vítimas de brincadeiras por causa de uma uma nova atualização do FaceApp que permite a mudança de sexo através de uma foto pós-processada.

O aplicativo de efeitos faciais, que ficou muito popular em um passado não muito distante, voltou a ficar em evidência nas redes sociais por causa da otimização dos seus efeitos em fotografias. Tudo realmente muito lindo, mas que traz uma surpresa um tanto quanto nefasta.

Agora, some isso ao fato de muitos internautas terem uma péssima memória, e temos um cenário simplesmente desastroso. Parece que todo mundo se esqueceu que o FaceApp simplesmente vazou um monte de dados dos seus usuários no passado, e uma galera se empolgou para entrar na brincadeira nesse final de semana, sem pensar nos riscos que estão correndo.

 

 

 

Vocês se esqueceram das suspeitas em cima do FaceApp?

 

 

Vamos fazer um breve resumo em forma de flashback para relembrar aos mais desavisados sobre quais são os riscos reais em você utilizar o FaceApp sem pensar umas dez vezes no que pode acontecer com os seus dados.

No meio do ano passado, o senador norte-americano do partido democrata Chuck Summer fez uma solicitação ao FBI e à Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos para quem investigassem as atividades da empresa que atuava por trás do FaceApp.

Os norte-americanos tinham graves suspeitas sobre o tratamento que a empresa russa por trás do aplicativo dava aos dados privados dos usuários e, principalmente, para as fotos que eram enviadas para a plataforma. A resposta do FBI para o pedido do senador foi que, apesar dos termos de uso do aplicativo serem similares ao de outros apps de reconhecimento facial, o software foi considerado uma ameaça.

De acordo com o relatório do FBI, o FaceApp armazena as fotos dos usuários por 48 horas em seus servidores. Os criadores do aplicativo confirmaram na época que contam com servidores nos Estados Unidos, Austrália, Cingapura, e Irlanda, mas esclareceram que não estavam transmitindo dados dos usuários para servidores russos.

Yaroslav Goncharov, criador do FaceApp e CEO da Wireless Lab (empresa por trás do aplicativo de reconhecimento de imagem), afirmou em um comunicado que:

 

“Todas as funções do FaceApp estão disponíveis sem iniciar sessão, e o usuário pode iniciar a sessão apenas a partir da tela de configurações do aplicativo. Como resultado, 99% dos usuários não iniciam a sessão de fato. Logo, não temos acesso a nenhum dado que possa identificar a uma pessoa (…) Não vendemos nem compartilhamos nenhum dado do usuário com terceiros (…) Ainda que a equipe central de I + D se encontre na Rússia, os dados dos usuários não são transferidos para a Rússia.”

 

Mas isso é o que o CEO responsável pelo FaceApp afirma. A empresa não demonstrou se isso é algo real até agora.

 

 

 

Como fazer a mudança de sexo no FaceApp

 

 

Se depois de tudo o que falamos nesse post você ainda assim quer seguir em frente e experimentar a mudança de sexo no FaceApp, vamos explicar como fazer, mas saiba que você vai por sua conta e risco. Você foi avisado.

Tudo o que você precisa fazer para aderir ao movimento é instalar o FaceApp no iOS ou Android. O aplicativo é gratuito. Para realizar o processo, basta registrar uma foto no aplicativo, ou selecionar uma foto sua que já está salva na galeria de imagens. Uma vez que a imagem estiver processada, dentro do editor, acesse o item “gênero”, e escolha entre Masculino e Feminino.

Uma vez escolhido o sexo, aplique o efeito, e a imagem será produzida. Você pode salvar a foto no seu smartphone, ou compartilhar o resultado nas redes sociais. O FaceApp também permite o compartilhamento direto de um “antes e depois”, comparando a foto original com a imagem modificada.

 

 

Via BBC, TechCrunch


Compartilhe