Compartilhe

Pelo visto, todo mundo pode ter uma operadora móvel virtual (MVNO).

Nos últimos meses, o segmento se aqueceu, com o nascimento de várias operadoras virtuais, que utilizam a estrutura de outras operadoras maiores para oferecer planos de telefonia móvel com preços mais competitivos. Ou seja, vivemos um novo momento no setor, e outras operadoras devem aparecer para entrar nessa briga.

A última a apostar no modelo de negócio do MVNO foi o Cruzeiro do Sul Educacional, que é o quinto maior grupo de ensino do país. Você até pode questionar a validade de uma instituição de ensino em se transformar em uma operadora de telefonia móvel. Mas olhando para o seu público alvo (os estudantes), a estratégia tem a sua lógica.

Pois bem, dito tudo isso, temos uma nova MVNO, a Cruzeiro Telecom, que é fruto de uma parceria da instituição de ensino com a Surf Connect, utilizando as infraestruturas de rede da TIM e da Oi. Seu principal objetivo dentro desse mercado de telefonia móvel é justamente atender as necessidades dos seus alunos e professores, oferecendo planos competitivos e serviços segmentados. Especialmente nesse momento, onde o ensino à distância ainda é necessário.

 

 

 

Como é possível oferecer 9 GB de dados por R$ 25 por mês?

 

 

Cada operadora virtual tende a oferecer alguns diferenciais para conseguir se destacar das operadoras tradicionais, e com a Cruzeiro Telecom não seria diferente.

Porém, a proposta da nova MVNO é um tanto quanto inusitada. Pelo menos nesse primeiro momento, o único plano disponível no serviço é um pacote semestral pré-pago de R$ 150. Esse pacote oferece 9 GB de dados por mês, e é dessa forma que o cliente paga R$ 25 por mês para receber esse volume de dados.

A boa notícia é que a Cruzeiro Telecom oferece a liberdade para o cliente realizar os pagamentos em uma única parcela, ou em até seis parcelas de R$ 25 no cartão de crédito. É uma forma dos clientes não se assustarem com o valor nominal que, na prática, não é caro. É um valor bem menor do que aquele cobrado pela concorrência.

 

 

O único plano disponível pela Cruzeiro Telecom oferece ligações ilimitadas, 100 mensagens de texto SMS e 5 GB de dados adicionais no primeiro mês para os clientes que optarem pela portabilidade numérica. Outra boa notícia aqui é que os dados não utilizados dentro do mês são acumulados no mês seguinte.

Insisto que o acúmulo de dados não só é uma tendência no mercado de telefonia móvel, mas deveria ser uma regra nas operadoras.

Quem for estudante da Cruzeiro do Sul tem acesso aos ambientes de aprendizagem virtual da instituição (BlackBoard, Canvas e Kaltura) sem consumo de dados de internet. Porém, não há menção de uso livre do WhatsApp, tal e como acontece com outras operadoras.

Qualquer pessoa pode aderir ao plano da Cruzeiro Telecom, e o chip pode ser adquirido de graça através da página web da operadora. Renovação de plano ou recargas são realizadas por aplicativo, o que também reforça a tendência de reduzir a interação com pontos de venda e atendimento telefônico para resolver os problemas mais comuns dos usuários.

 

 

 

Vale a pena?

 

 

De novo: sem testar, tudo o que eu escrever a partir de agora é na base do achismo.

Entendo que a Cruzeiro Telecom tem uma proposta interessante. Pode atender bem aos interesses dos estudantes e professores nesse momento de ensino à distância, e para o usuário comum pode ser mais uma alternativa para quem precisa de internet para o uso diário, mas não quer gastar tanto com o pacote de dados.

Vamos observar de perto para ver se a operadora consegue prosperar no mercado brasileiro.

 

 

Via Cruzeiro do Sul, Cruzeiro Telecom


Compartilhe