Wetten.com Brasil Apostas
Home » Notícias » Crise? Xiaomi vê vendas disparar durante a quarentena

Crise? Xiaomi vê vendas disparar durante a quarentena

Compartilhe

Alguns segmentos do mercado de consumo estão sofrendo bastante com a crise sanitária global que estamos enfrentando, e o mundo da tecnologia responde de formas diferentes. Algumas partes desse setor foram afetados em maior ou menor grau, principalmente na parte de produção. Por outro lado, o setor continuou a apresentar novos produtos, e algumas marcas não tiveram problemas com as vendas de seus produtos.

Obviamente, fica mais fácil superar a crise quando você tem nas mãos uma empresa gigante, que oferece produtos em diferentes setores e conta com uma de usuários enorme, que se comportam mais como fãs e não como consumidores em potencial. E uma empresa de tecnologia se encaixa perfeitamente nesse perfil: a Xiaomi.

Ao que tudo indica, as pessoas não pararam de procurar os produtos da empresa, e os números mostram isso claramente. Não podemos de forma alguma afirmar que estamos próximos de superar o pior da quarentena global (alguns países estão flexibilizando, mas não dá para sair nas ruas para abraçar desconhecidos) e, mesmo assim, a Xiaomi registrou um aumento de vendas de 13.6% em todo o mundo.

Crise? A Xiaomi está rindo da crise!

 

 

 

Xiaomi soube surfar na onda da crise

 

 

A Xiaomi foi uma das empresas que soube jogar bem com as cartas que já tinha nas mãos, e superou um adversário muito duro. Realizou lançamentos pontuais de novos smartphones nas suas três marcas (Xiaomi, Redmi e Poco), e alguns desses produtos eram muito atraentes para muita gente, o que resultou em um aumento nas vendas, mesmo com as pessoas em casa.

E o fator “fique em casa” também não afetou a Xiaomi, já que vários dos seus clientes já compram os seus produtos a partir de casa, recorrendo aos sites de importação, com entrega de produtos através de envio internacional. E, mesmo com as restrições de isolamento social, ou os pacotes continuam a ser entregues, ou o cliente aceita esperar um pouco mais para receber o produto.

Já que está com tempo de sobra em casa para esperar o pacote chegar.

A Xiaomi também informa que as vendas de smartphones com conectividade 5G superaram as suas expectativas, e a explicação para isso acontecer está na ampliação das sanções contra a Huawei por parte do governo dos Estados Unidos. Ou seja, se a Xiaomi já era popular naquele país, essa popularidade aumentou ainda mais nos últimos meses.

Alguém acaba se beneficiando com o desastre alheio. Acontece.

 

 

 

Xiaomi está ainda mais forte diante da crise

 

 

A venda de produtos com ótima relação custo-benefício e boa reputação por parte dos usuários deixou a Xiaomi em maior evidência. Os lucros, que estavam estimados em 47.86 bilhões de yuanes (US$ 6 bilhões), alcançaram até agora 49.7 bilhões de yuanes (US$ 7 bilhões).

Lembrando sempre ao amigo leitor que esses números positivos foram alcançados em plena pandemia global, com um cenário de quarentena e isolamento social.

Vamos observar como o mercado vai reagir depois que o isolamento social chegar ao fim, e como o setor de tecnologia vai trabalhar em função das determinações impostas pelas autoridades sanitárias. Afinal de contas, a segurança das pessoas está em primeiro lugar.

Por enquanto, a Xiaomi está sorrindo com os números positivos alcançados nesse momento.


Compartilhe