Compartilhe

telas

 

Muitos de nós já passamos por isso: o smartphone cai de uma altura considerável, e a tela acaba quebrada em mil pedaços.

É um dos acidentes mais frequentes nos smartphones… que pode virar história em breve.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Riverside criaram uma tela que se repara sozinha em apenas 24 horas. Seus polímeros são capazes de fechar as rachaduras sem qualquer tipo de intervenção humana e em tempo recorde.

Este material pode se estirar em até 50 vezes o seu tamanho natural, com um funcionamento muito similar ao da pele humana quando sofre uma ferida. Os extremos se estiram até se fechar por completo, como se nada tivesse acontecido ali.

Não é o primeiro material que se repara sozinho, mas é o primeiro que o faz conduzindo eletricidade, que podem ser utilizadas em telas touch dos dispositivos móveis.

É esperado que essa façanha chegue ao mercado em um prazo de três anos, acabando de uma vez por todas com o pesadelo de ter que reparar o smartphone – reduzindo o custo de tempo e dinheiro que isso envolve – por esse motivo.

Eu sei… eu sei… tem muita gente que é cuidadosa por aí.

Mas a grande maioria agradece essa notícia.

 

Via The TelegraphScience Daily


Compartilhe