Cortana para smartphones morre em 31 de janeiro de 2020 | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Cortana para smartphones morre em 31 de janeiro de 2020 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Cortana para smartphones morre em 31 de janeiro de 2020

Cortana para smartphones morre em 31 de janeiro de 2020

Compartilhe

A Microsoft confirmou que vai eliminar o aplicativo do Cortana na Google Play e na App Store, assim como a sua integração no aplicativo Microsoft Launcher para Android. Em termos práticos, a empresa “jogou a toalha” no segmento de assistentes virtuais para dispositivos móveis.

 

 

Cortana morre nos smartphones em 31 de janeiro de 2020

 

 

Quem anuncia a remoção do assistente Cortana nos sistemas operacionais móveis é a própria Microsoft nas suas páginas de suporte para o Reino Unido, Canadá e Austrália, em comunicado. Lembrando que essa é a morte nos smartphones e tablets, e não em outras soluções de tecnologia.

O texto justifica a decisão com um “Para que o seu assistente digital pessoal seja o mais útil possível”, e lembra que a Cortana será integrado nos aplicativos de produtividade do Microsoft 365, a partir de 31 de janeiro de 2020.

Depois dessa data, o conteúdo criado pelo Cortana não vai mais funcionar no app móvel do assistente ou no Microsoft Launcher, mas apenas no Cortana para Windows. As listas, lembretes e tarefas serão sincronizadas automaticamente no aplicativo Microsoft To Do.

A decisão atende aos interesses da Microsoft em integrar o Cortana de forma mais profunda nos apps de produtividade do Office 365, e parte dessa evolução resulta no abandono do suporte do app móvel do assistente virtual. Além disso, o aplicativo do Cortana vai desaparecer em vários mercados globais.

 

 

Jogou a toalha no mobile

 

 

Esse “jogar de toalha” da Microsoft com o Cortana pode ser apenas o primeiro passo de algo semelhante que pode acontecer nas plataformas de desktops (aka Windows 10). No futuro, o assistente digital deve ser exclusivo do Office 365, onde ele faz uma boa dose de sentido para dinamizar buscas e funcionalidades do pacote de escritório.

Nesse momento, Google Assistente e Amazon Alexa são forças dominantes nesse segmento de assistentes digitais, e os usuários estão muito mais propensos a utilizar tais soluções no seu dia a dia.

De qualquer forma, é um triste fim para o Cortana. Mas… sentiremos saudades dela (a entidade Cortana, e não o assistente Cortana).

 

 

Via MicrosoftThe Verge


Compartilhe