TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Coreia do Sul vai desligar PCs para que seus trabalhadores trabalhem menos | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Coreia do Sul vai desligar PCs para que seus trabalhadores trabalhem menos

Coreia do Sul vai desligar PCs para que seus trabalhadores trabalhem menos

Compartilhe

A Coreia do Sul é um dos países mais radicais no que se refere à jornada laboral. E o governo de Seul quer minimizar o problema, forçando as empresas a desligarem os PCs de seus funcionários às 19h, para que os mesmos deixem de trabalhar.

O mais inusitado é que dois em cada três profissionais do país são contra a medida.

De acordo com os dados da OECD (Organização pela Economia Co-operativa e Desenvolvimento), em 2016, os sul-coreanos trabalharam 2.069 horas por trabalhador. Os números só são superados por Costa Rica e México, e ficam muito acima da média mundial (1.763 horas).

No dia 30 de março, o Governo Metropolitano de Seul (SMG) vai iniciar um programa orientado a forçar os funcionários a deixarem o trabalho e voltar para casa.

O programa, dividido em três fases, começa com os PCs dos funcionários sendo desligados às 20h, para depois reduzir esse horário para 19h30, para assim alcançar o objetivo final das 19h, o que deve acontecer em maio.

Todos os profissionais sul-coreanos estão sujeitos à medida, mas casos excepcionais podem ser solicitados. Porém, os funcionários do governo não aceitam a medida: 67.1% deles pediram para seguir trabalhando até mais tarde.

O excesso de trabalho pode resultar em problemas sérios, como por exemplo a morte por fadiga laboral, algo que está se tornando ‘comum’ nos países asiáticos.

 

 

Em outros mercados, como Europa ou Estados Unidos, há horários muito mais flexíveis para o trabalho, até mesmo pela não obrigatoriedade das empresas em pagar as férias dos seus funcionários.

Agora, empresas e governos estão preocupados com a saúde física e mental dos trabalhadores. Na Alemanha, a jornada laboral é de 28 horas semanais. A França adota o direito à desconexão do trabalho, e a Suécia está testando jornadas laborais de seis horas diárias.

As diferentes políticas dos países sobre o pagamento das férias também é considerado. Nos Estados Unidos (por exemplo), as empresas podem oferecer (se quiser) férias pagas (10 dias por ano) aos seus funcionários.

No Brasil, a lei manda o pagamento de 30 dias de férias de forma obrigatória, mas em compensação temos jornadas de trabalho de 8 horas (em média) e outros direitos e obrigações trabalhistas.

 

 

Sem falar no teletrabalho ou home office, que também está ajudando a reduzir o estresse na jornada laboral.

A medida da Coreia do Sul é interessante, mas é preciso verificar se ela se torna efetiva ou não.

 

Via BBC


Compartilhe