A Apple confirmou em seu site oficial os custos de reparação do iPhone XR. Não é barato, mas é menos caro do que no iPhone XS.

Os custos de reparação do iPhone XR ultrapassam os US$ 199 em caso de troca de tela. Bem menos que os US$ 279 euros cobrados para o iPhone XS com o mesmo dano.

Em caso de quedas com danos na parte traseira do iPhone XR, o custo de reparação é de US$ 399. Sim, é caro, mas é bem menos que os US$ 549 cobrados pela mesma reparação no iPHone XS. Mais os gastos de envio para o serviço de reparação a domicílio ofercido pela Apple.

Com isso, fica claro que consertar um iPhone em um serviço oficial não é algo nada barato. nem mesmo para o iPhone 5c e iPhone 5s, modelos antigos e com acabamento em plástico e metal.

Tente encarar o seu iPhone como um caro investimento, e procure ser cuidadoso com o seu dispositivo. Por mais que a Apple afirme que é o vidro mais resistente da história, muita gente confundo o resistente com o inquebrável, e a diferença entre os dois termos é enorme.

E, apesar dos preços listados serem em dólares e a Apple sequer contar com uma página equivalente com os valores de reparação para o Brasil (algo que só deve ser feito quando os novos iPhones forem lançados por aqui), já dá para ter uma boa ideia do quanto a brincadeira pode custar em caso de problemas mais sérios.

iPhone XR com boa acolhida

Analistas afirmas que o iPhone XR está com boa acolhida, com previsões de vendas muito positivas, a ponto de superar o sucesso do iPhone 8, um supercampeão de vendas.

O preço é decisivo nessa história. Os modelos mais caros não são os que mais vendem. Essa tendência começou no iPhone 6 Plus e se manteve até hoje.

O iPhone XR é um modelo muito interessante. Oferece quase tudo que o iPhone XS tem, mas com um preço muito menor. É nesse momento a via de entrada mais interessante (ou menos cara, ou com melhor custo/benefício) para quem quer ter um iPhone da atual geração.

Lembrando que até o momento em que esse post foi publicado, não há previsão de lançamento dos novos iPhones no Brasil.

Estamos esperando.

 

Via Apple