Eu nem precisava escrever isso mais uma vez, mas é sempre bom relembrar, pois é algo que, para muitos, é surreal: o iPhone XS Max de 512 GB de armazenamento é o iPhone mais caro da história. E, como era de se esperar, os seus custos de reparação também são os mais caros da história.

Todo mundo sabe que qualquer produto da Apple tem preços elevados, e que reparar um dispositivo dessa marca é algo igualmente caro. Mas quando somamos todos os números, chegamos a conclusão que as coisas podem ser simplesmente ridículas nesse aspecto.

A atualização da folha de reparação no site da Apple dos Estados Unidos é a prova cabal do que estamos falando. Obviamente, os preços são menores quando o cliente está inscrito no serviço AppleCare+, algo que é quase obrigatório para os mais distraídos.

Porém, para quem não tem o AppleCare+, está limitado à garantia de apenas um ano de uso. Sem essa garantia, o reparo dos danos no iPhone XS Max é de nada menos que US$ 599.

Sim. É caro. Bem caro. Mas fica pior quando colocamos em perspectiva com outros produtos da própria Apple.

A partir do momento em que os novos iPhones foram anunciados, o preço do iPhone 8 (em seu modelo base) foi reduzido para US$ 599, e o preço do iPhone 7 caiu para US$ 449.

Ou seja, mandar o seu iPhone XS Max para consertar fora da garantia vai te custar o mesmo que um iPhone 7 ou iPhone 8 nos Estados Unidos. E, nos dois casos, estamos falando de dispositivos rigorosamente novos.

Vale lembrar que todo iPhone vendido vem com garantia de fábrica de um ano, e que o ApplaCare+ lá fora custa US$ 9,99 por mês para os modelos iPhone XS e iPhone XS Max. A recomendação é que o cliente brasileiro ou tente aderir a algum plano semelhante disponível por aqui, ou que coloque o dispositivo em um seguro, onde o valor do reparo tende a ser bem menor que aqueles adotados pela Apple.

Nesse caso, prevenir não apenas é melhor do que remediar, como também garante uma economia de dinheiro substancial.

 

Via BGR