Conselhos para manter o seu smartwatch mais seguro

Compartilhe

Os smartwatches se tornaram muito populares nos últimos anos, e é preciso começar a se preocupar com a segurança deles. Afinal de contas, são dispositivos conectados que podem ser atacados por ciber criminosos a qualquer momento.

A boa notícia é que existem opções específicas para blindar os relógios inteligentes das mentes criminosas. Os principais fabricantes já incluem recursos de simples configuração para proteger melhor esses dispositivos.

Quem já utilizou esses recursos para melhor blindar o smartphone não terá dificuldade alguma em fazer o mesmo com o seu smartwatch. Vamos então conhecer quais são esses recursos.

 

 

 

Evite problemas em caso de perda ou roubo

 

A primeira coisa a fazer é ativar a proteção por senha do relógio. Quem paga por compras via NFC já tem essa senha ativa, e você não vai querer ter os seus dados bancários ou de saúde acessados por terceiros, certo? Então, ao ativar o código de segurança, esses dados sensíveis estão protegidos.

Já no caso dos relógios da Apple, existe um sistema de localização integrado que determina quando o relógio está perdido, facilitando a vida de quem deseja encontrá-lo.

A Samsung também tem um sistema de localização para bloquear e recuperar o relógio a partir do smartphone, eliminando os dados e formatando o gadget para que outra pessoa não possa utilizá-lo.

 

 

 

Atualize o seu smartwatch com regularidade

 

Todo dispositivo eletrônico pode sofrer um ataque informático, e a melhor forma de se proteger disso é com as atualizações.

Os updates cobrem brechas de segurança que podem se exploradas, além de reforçar medidas para proteção contra novos malwares.

O updade pode ser feito a partir do próprio relógio, na sua área de configurações. O sistema de atualização pode variar de um modelo para outro, mas de um modo geral é similar em todos. Em caso de dúvidas, consulte a página de suporte técnico do seu fabricante.

Também vale a pena atualizar o aplicativo no smartphone que se conecta com o relógio, pois ele também pode estar vulnerável aos ataques.

 

 

 

Cuidados ao realizar pagamentos com o relógio

 

É justamente nesse momento que você pode sofrer ataques de hackers. Por isso, antes de começar a realizar pagamentos pelo smartwatch, leia com atenção as políticas de privacidade e as recomendações dos fabricantes.

Vale a pena também ativar as notificações do aplicativo do seu banco, pois assim você é avisado sempre que o seu cartão é utilizado, e habilite uma autenticação de dois passos para aprovar todos os pagamentos a serem realizados com o dispositivo.

Revise também as contas bancárias com frequência para detectar possíveis abusos com os seus dados, inclusive para os pagamentos online feitos pelo computador ou smartphone.

 

 

 

Conheça as permissões dadas para cada aplicativo

 

Revise as permissões dos aplicativos instalados no seu relógio ou smartphone.

Se um aplicativo está pedindo permissão para recursos que não são necessários para realizar a compra, desconfie. Um app de música não precisa saber a sua localização em tempo real.

Elimine os aplicativos suspeitos ou com permissões abusivas. Você não precisa desse comportamento invasivo na sua vida.

E, dessa forma, o seu relógio inteligente continua a ser “smart”, mas também fica um pouco mais seguro das ameaças ao redor.


Compartilhe