Compartilhe

A Amazon entrega todos os dias milhões de encomendas para os seus clientes de todo o mundo, e sempre está buscando formas de aumentar a eficiência e reduzir custos de logística. Como parte dessa filosofia, a empresa apresentou o Scout, o seu robô de seis rodas que pode realizar entregas de forma autônoma.

 

 

Assim será o futuro da entrega de encomendas

O Amazon Scout percorre as áreas em busca do endereço final, seja uma casa individual, um condomínio ou um prédio. Uma vez que o robô chega ao seu destino, ele envia uma notificação ao consumidor, para que ele se aproxime do veículo para recolher o seu pacote.

A Amazon está testando esse novo método de entrega de encomendas no condado de Snohomish, uma cidade repleta de casas dormitório no chuvoso estado de Washington (Estados Unidos).

 

 

Como funciona o Scout?

Nesse momento, um funcionário da Amazon acompanha cada unidade do Scout nas entregas, como se fosse uma escolta ou segurança particular do robô. O humano verifica se a transação de coleta da encomenda aconteceu da forma correta, aponta possíveis novos problemas e objetivos, e agiliza o trâmite até que os engenheiros da Amazon avancem no desenvolvimento do produto, para que o sistema funcione de forma totalmente independente no futuro.

Uma vez que o robô chegou ao seu destino e o cliente se aproximou do robô, a tampa superior é desbloqueada com um simples toque no aplicativo da Amazon instalado no smartphone do cliente, para que os produtos no interior do robô possam ser recolhidos.

A Amazon garante que, pelo menos por enquanto, só está utilizando o robô de entregas inteligente Scout para pedidos efetuados de segunda a sexta e durante o dia.

Este não é o primeiro robô que entrega encomendas do mercado. Nos Estados Unidos, a Starship Technologies conta com uma frota de modelos similares desenvolvidos pela própria empresa. Aliás, a Domino’s Pizza também criou o seu próprio sistema de entregas autônomas, que também está em testes.

 

 

 

Via Amazon


Compartilhe