Tyler Barney, ou Teckfire no Reddit, conseguiu entregar de presente para a Apple uma crise sem precedentes, ao descobrir um segredo da gigante de Cupertino envolvendo uma bateria de apenas US$ 10. E isso mudou a sua vida para sempre.

Em 9 de dezembro de 2017, Barney publicou no Reddit sobre o problema do batterygate. Ele suspeitou quando as atualizações do iOS causavam lentidão no seu iPhone 6s. Desconfiou que havia algo errado, e descobriu que a queda de desempenho era proposital, com o software desacelerando o hardware em função do tempo de vida útil da bateria.

Barney então decidiu trocar a bateria original do seu iPhone por uma que custa US$ 10 no eBay, e pronto: problema resolvido, e o desempenho voltou a ser tão bom como quando ele comprou o smartphone.

O jovem compartilhou os resultados no Reddit, denunciando a prática proposital da Apple, algo que a empresa nunca deixou explícito, induzindo os usuários ao erro na troca por um iPhone mais novo para obter um dispositivo com desempenho pleno novamente.

Os laboratórios especializados começaram a confirmar a prática, detectando um algoritmo que forçava a alteração de desempenho. A Apple admitiu o batterygate dias depois, pedindo desculpas de forma oficial e oferecendo um desconto na troca das baterias.

Isso não deixou as pessoas felizes, e ao longo de 2018, processos coletivos apareceram no mundo todo, exigindo da Apple uma compensação financeira pelos problemas causados.

 

 

Já Barney afirma que jamais imaginou que o assunto se transformaria nesse grande escândalo, e afirma que amigos e familiares ficaram orgulhosos com sua iniciativa, o apoiando em tudo diante dessa agradável surpresa (pelo fato dele se tornar alguém importante no mundo da tecnologia do dia para a noite).

O jovem se mostra alegre que sua publicação alcançou milhões de pessoas, mas não está satisfeito com o fato de alguns veículos utilizarem o caso para atacar a Apple. Ele vê o algoritmo como algo positivo para prolongar a vida útil de antigos dispositivos, e que o grande problema foi a empresa não anunciar que fazia isso.

Barney vê a medida como algo positivo, pois a maioria das empresas não pensam em evitar o consumo total da bateria, e considera a queda de desempenho uma alternativa melhor do que ficar sem o telefone em momentos emergenciais.

Barney garante que escreveu para a Apple falando sobre o assunto, mas que nunca recebeu uma resposta da empresa. O rapaz ainda se declara fã da empresa, considerando o MacBook o seu dispositivo preferido da marca, especialmente por causa do seu software para desenvolver aplicativos.

Não é a primeira aventura de Barney com um smartphone. Ele trabalhou para a Experimac consertando dispositivos móveis e ampliando o seu conhecimentos. Ele é capaz de trocar uma bateria de iPhone em cinco minutos, e trocar uma tela de um iPhone em 10 minutos.

Ele é um fanático por tecnologia desde os 8 anos de idade, quando ganhou o seu primeiro Game Boy. Aos 18 anos, ele ainda não tem claro sobre o que vai fazer com o seu futuro, e espera ingressar em uma universidade ou empresa onde ele pode expandir os seus conhecimentos.

Na verdade, ele sonha em trabalhar para a Apple, ajudando a desenvolver os softwares dos dispositivos da empresa. Barney afirma que sua vida não mudou muito nos últimos sete meses, e que recebeu algumas ofertas laborais e universitárias, mas não pode falar muito sobre isso porque tem um acordo de confidencialidade assinado.

Barney já consertou de tudo, e afirma gostar de otimizar a tecnologia ao máximo, trabalhando tanto com o hardware como com o software. Também já desenvolveu pequenos apps.

Nas horas vagas, o rapaz joga videogames, ouve audiolivros, corre com o seu cachorro e passa algum tempo com a sua namorada.

E quem poderia imaginar que um garoto de 18 anos poderia dar um tiro no pé da Apple com uma bateria que custa US$ 10.

 

Via Reddit