TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Comprar um iPhone 12 neste momento… é um acerto ou um erro? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Comprar um iPhone 12 neste momento… é um acerto ou um erro?

Comprar um iPhone 12 neste momento… é um acerto ou um erro?

Compartilhe

É óbvio que a resposta para a pergunta que dá título para este artigo pode (e vai) variar de acordo com o perfil da pessoa que está fazendo a pergunta ou que procura uma resposta. Mas a essa altura do ano (agosto de 2022), algumas respostas mais objetivas podem ser dadas.

Estamos a menos de um mês do lançamento da nova família de smartphones da Apple, e o iPhone 14 já pode ser visto no horizonte. Mas algumas pessoas entendem que o iPhone 12 ainda pode dar um caldo para as necessidades mais básicas e, por causa disso, o smartphone ainda traz olhares de alguns interessados, mesmo depois de dois anos de chegada do produto ao mercado.

Por isso, vale a pena desenvolver neste artigo alguns pontos de observações para ajudar a eliminar as dúvidas de alguns compradores em potencial. Sei que já escrevi um artigo afirmando que este mês de agosto de 2022 é o pior momento para comprar um iPhone, mas vamos analisar desta vez de o iPhone 12 de forma mais específica.

 

 

 

Potência? O iPhone 12 tem de sobra

Se você pensa em ter um iPhone potente e quer pagar um pouco menos por isso, o iPhone 12 é uma alternativa a ser considerada.

Os chips Apple Bionic contam com uma potência absurda quando comparados com os melhores processadores de smartphones Android, e a gigante de Cupertino entregou um resultado final simplesmente notável neste aspecto.

E como estamos falando do iPhone 12, as diferenças entre o A14 Bionic presente neste dispositivo não são muito grandes quando comparado com o A15 Bionic presente na família de telefones iPhone 13. Aliás, as mudanças são pouco significativas para a maioria dos usuários que só querem um smartphone da Apple que vai funcionar com uma excelente performance na maior parte do tempo.

O desempenho do iPhone 12 é simplesmente formidável com o iOS 16, e esse é um processador que vai receber uma enorme sobrevida de mercado, com muitos anos de atualizações garantidas (mesmo se a Apple não tenha se pronunciado até o momento sobre quanto tempo vai manter as atualizações do modelo).

Como normalmente um iPhone tem pelo menos cinco ciclos de atualizações garantidas (em alguns casos, sete ou oito anos), o iPhone 12 vai seguir funcionando muito bem na sua mão durante muito tempo.

Logo, olhando especificamente para os aspectos de desempenho do dispositivo, o iPhone 12 pode ser considerado um investimento seguro para a grande maioria dos usuários.

 

 

 

Muitas atualizações pendentes

Sei que comecei a falar sobre esse tema no tópico anterior, mas entendo que vale a pena ser um pouco mais detalhista a partir de agora.

A política de atualizações da Apple é uma das mais generosas do mercado, e isso acaba beneficiando de forma direta ao iPhone 12. O modelo lançado em 2020 é compatível com o iOS 16, e o seu ciclo de atualizações deve receber pelo menos mais três updates. Ou seja, o dispositivo vai funcionar bem com você até o momento em que os seus pensamentos começarem a ser ocupados pelo iPhone 17 (pelo menos).

Porém, os mais otimistas sonham com mais cinco atualizações do iOS para o iPhone 12, e isso é algo incrível para um mundo da tecnologia onde a obsolescência programada é uma das grandes ameaças dos caros dispositivos eletrônicos que compramos hoje.

Essa longa vida do iPhone 12 é mais um resultado da combinação do excelente trabalho de otimização promovida pela Apple na combinação de hardware com software, o que faz com que a grande maioria dos iPhones sejam atualizados por muitos e muitos anos.

Aqui, mais um importante ponto a favor da compra do iPhone 12.

 

 

 

O preço sempre é um fator determinante

A grande maioria dos compradores de dispositivos eletrônicos ainda escolhem o preço como o principal fator para determinar se a compra de um iPhone (ou de qualquer gadget) vai ou não acontecer. E com os smartphones da Apple, isso não é diferente.

Não existe uma grande diferença de preços entre o iPhone 12 e o iPhone 13. Em alguns modelos, o telefone lançado em 20220 chega a custar mais caro. Porém, com a chegada do iPhone 14, essa diferença de valores tende a ser maior. Muito maior.

E, em alguns casos, a diferença de R$ 500 ou mais é sim significativa, e muitas pessoas acabam escolhendo o modelo mais antigo por entender que o valor entre o telefone mais velho e o mais novo é suficiente para agregar valor ao smartphone que acabou de comprar, com o investimento em acessórios, cabos, cases e outros dispositivos complementares.

Logo, vale a pena sempre dar uma olhada nas tabelas de preços para detectar as reais diferenças de preços entre iPhone 12, iPhone 13 e iPhone 14. Dessa forma, você pode identificar pelos números qual é a melhor relação custo-benefício.

Mas bem sei que a grande maioria vai optar pelo iPhone 12 por um único fator: ele é mais barato que os demais.

 

 

 

A câmera é a mesma

Eu bem sei que muitos usuários que procuram um iPhone pautam a escolha neste dispositivo baseado (também) na capacidade fotográfica do dispositivo. Afinal de contas, este smartphone é simplesmente imbatível na hora de registrar fotos e vídeos para as redes sociais.

Porém, quando comparamos as câmeras do iPhone 12 e do iPhone 13, constatamos de forma até decepcionante (um pouco) que os sensores de foto e vídeo presentes nos dispositivos são rigorosamente iguais nas especificações técnicas.

Os dois modelos oferecem uma câmera principal com 12 MP de resolução, trabalhando com uma lente grande angular de 12 MP. Os dois modelos recebem a estabilização ótica durante a gravação de vídeos em 4K com tecnologia Dolby Vision, além da maioria dos elementos técnicos e de funcionalidade.

A grande diferença entre um e outro é que a lente principal do iPhone 13 é a mesma que estava presente nos modelos iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max, incluindo a mesma imperfeição na hora de registrar fotos e vídeos com elevada proximidade do elemento principal da foto.

Isso resulta em uma perda de foco nesses sensores quando você tenta registrar uma foto nessa condição. Por outro lado, o iPhone 13 conta com o modo cinema em vídeos, que resulta em um efeito excelente na captação dessas imagens.

Se você pode conviver bem sem o modo cinema, o iPhone 12 é uma escolha mais que suficiente para o registro de fotos e vídeos.

 

 

 

A velocidade de internet está garantida

Se você está preocupado com a chegada das redes 5G no Brasil e não quer ficar de fora dessa nova fase de conectividade, pode se acalmar: o iPhone 12 é a primeira geração de smartphones da Apple que é compatível com as novas redes de telefonia móvel.

Além disso, tal e como também acontece com o iPhone 13, o iPhone 12 também é compatível com o WiFi 6, uma das mais recentes tecnologias de internet sem fio, o que também garante um menor tempo de carregamento de páginas, áudios e vídeos que serão acessados através da rede.

Ou seja, em termos de conectividade móvel e sem fio, o iPhone 12 não deve nada ao iPhone 13, e certamente vai custar muito menos do que o futuro iPhone 14.

 

 

 

Uma tela em excelentes condições

As características de tela do iPhone 12 são exatamente as mesmas do iPhone 13, e esse é mais um ponto de semelhança entre os dois dispositivos (entre tantos outros que dissertamos neste artigo, o que torna a escolha pelo modelo mais recente algo pouco justificável).

Os dois modelos recebem uma tela Super Retina XDR OLED, compatíveis com as tecnologias HDR10+ e Dolby Vision. Ou seja, ambos contam com uma experiência imersiva na hora de ver conteúdos de vídeo por streaming ou na execução de jogos de videogames.

No final das contas, a experiência visual no iPhone 12 é tão boa quanto a do iPhone 13, e isso é algo positivo para os usuários que querem economizar algum dinheiro na compra de um dispositivo de tecnologia que ainda vai funcionar bem durante um bom tempo.

 

 

 

Conclusão

Olhando exclusivamente para os aspectos abordados neste artigo, é possível sim pensar que vale a pena investir no iPhone 12 neste momento (agosto de 2022).

Aliás, já era antes, pois muitos dos pontos que foram apresentados neste artigo foram enfatizados no passado (ou tão logo o iPhone 13 chegou ao mercado). As poucas novidades neste sentido estão reservadas para o desempenho do processador, pois este é um item que pode eventualmente sofrer alterações em função de duas atualizações de software.

Talvez o único problema na compra de um iPhone 12 neste momento está no fato do iPhone 14 estar prestes a chegar ao mercado, e com certeza o preço do modelo de 2020 vai cair de forma um pouco mais acentuada. Logo, pode valer a pena esperar mais um pouco para comprar um novo iPhone para chamar de seu.

Outro motivo importante para segurar a mão na compra do iPhone 12 está nas possíveis inovações que o iPhone 14 pode apresentar. E essas novidades podem fazer com que os usuários mais exigentes acabem escolhendo o modelo mais novo, deixando o dispositivo do passado de lado.

De qualquer forma, você agora tem todos os elementos que podem ajudar na decisão entre a compra no iPhone 12, o investimento no iPhone 13 ou, quem sabe, comprar o iPhone 14 (se o seu cartão de crédito for compatível com tamanha aventura financeira, evidentemente).


Compartilhe