Como usar as memórias USB com maior segurança | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Como usar as memórias USB com maior segurança | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como usar as memórias USB com maior segurança

Como usar as memórias USB com maior segurança

Compartilhe

goldkey

Nos últimos meses, foram divulgadas várias notícias envolvendo os problemas de segurança no armazenamento de dados, tanto na forma física quanto na nuvem. Todos os formatos são suscetíveis de violação, deixando nossos dados mais preciosos vulneráveis e disponíveis para terceiros.

E não adianta dizer que enquanto nossa conduta na web for ‘normal’ nossos dados estarão seguros. Em alguns casos, os dados são imagens de personalidade s na web, ou materiais que envolvem pessoas que nem imaginam de onde veio o vazamento, por não terem intimidade com a tecnologia.

Agora, os dispositivos USB são a bola da vez. Diversas vulnerabilidades foram detectadas no padrão atual, que podem tornar vulneráveis com facilidade os computadores que contam com periféricos e pendrives conectados por essa porta de dados, causando danos dos mais diversos.

Mais do que nunca, devemos ser conscientes sobre o uso desse dispositivos, e principalmente, sobre o que fazemos com a nossa informação eletrônica.

 

Dicas para se manter seguro

BackTrack

Não é segredo para ninguém que o bom senso é o melhor aliado quando se trata de segurança, mas em alguns casos temos que ir um pouco mais além, tomando algumas medidas mais efetivas com o nosso computador e dispositivos externos, para aumentar essa segurança.

* Codificar a informação do seu pendrive: se você armazena dados sensíveis em um armazenamento externo, sempre codifique esses dados.
* Desativar o ‘auto-executar’: a função de execução automática é pensada para facilitar a vida do usuário médio. Se você é um usuário avançado, pode desativar essa função, pois sabe o que quer fazer com aquele dispositivo conectado.
* Use um computador com Linux como ponte: um velho PC pode ressuscitar com uma distribuição Linux. Aproveite e use esse PC como linha de defesa entre o computador principal e o resto do mundo. A ideia é ter um pendrive limpo para mover os dados entre o seu computador com o Windows e esse com Linux, onde esse último vai receber o restante dos dados.
* Não deixe conectado o seu pendrive quando não estiver usando: também tente não ter conectado um pendrive quando fizer serviços bancários ou que exijam senhas pessoais.
* Use diferentes pendrives para fins pessoais e profissionais: se for possível, tente manter várias memórias dedicadas para certas finalidades, e nunca troque informações entre eles.

 

Aplicando o senso comum

Kensington-lock

Em alguns momentos da vida, é melhor complicar do que facilitar. No quesito segurança de dados, alguns procedimentos podem criar barreiras contra os malwares e desconhecidos que não devem ter acesso às suas informações.

* Fabricantes confiáveis: pagar um pouco a mais pode ser uma grande diferença no quesito segurança.
* Atualize o seu software: navegador, sistema operacional, aplicativos… todo e qualquer software que você usa deve estar atualizado. Updates também fazem ajustes de segurança.
* Nunca use pendrives desconhecidos: principalmente esses que você encontra na rua. Longe de ser um golpe de sorte, pode ser um desastre para a sua segurança.
* Troque suas senhas periodicamente: se antecipe aos que querem violar suas informações.
* Passe um anti-vírus de tempos em tempos: nem precisava dizer isso.
* Cuidado com o que você armazena no seu computador: tente não salvar executáveis ou softwares de origem desconhecida em seus pendrives.

Ainda que provavelmente nem todos na internet queiram violar fotos armazenadas na nuvem, esse mundo está cheio de gente que tenta obter dados sensíveis, que podem fazer com que muitos percam muito dinheiro. Em muitos casos, irrecuperáveis. Logo, cautela nunca é demais.


Compartilhe
TargetHD.net