Como serão os smartphones em 2020?

Compartilhe

O ano de 2019 foi excelente para os smartphones, mas também foi um preview para o que está por vir em 2020. Dispositivos como o Galaxy S11 e o Huawei P40 Peo podem trazer mudanças drásticas para uma indústria que muitos consideravam estancada nas vendas.

O que podemos esperar para o mundo da telefonia móvel em 2020? 5G? Smartphones com telas dobráveis? Mais sensores de câmera? Tecnologias de fotos ainda melhores?

Nesse post, vamos abordar as características mais importantes que podemos esperar dos smartphones para 2020. Podemos errar em alguns itens descritos aqui, mas é certo que a maioria das tendências descritas chegarão ao mercado nos próximos 12 meses.

 

 

Um 5G que será cada vez mais comum

A massificação do 5G começou em 2019, mas será em 2020 que a maioria dos smartphones premium contarão com essa tecnologia de rede. Isso também vale para os telefones de segmentos, mais baratos, como é po caso do Xiaomi Mi 9 Pro de US$ 250, que já conta com o 5G.

Com o 5G, os smartphones poderão acessar velocidades de dados muito mais altas, com um serviço melhor, sem interrupções no streaming ou downloads pesados com alta velocidade, videochamadas perfeitas e gráficos excelentes na transmissão de jogos em tempo real e experiências de realidade aumentada.

 

 

Smartphones dobráveis serão uma realidade

Se em 2019 os smarpthones dobráveis deram as caras, será em 2020 que o seu sucesso comercial ou potencial fracasso será comprovado. Samsung, Motorola e Huawei deram a largada para o segmento, cada um com sua proposta de design. A partir de agora, outros fabricantes vão apresentar as suas propostas.

O ponto negativo dessa abordagem é que as telas dobráveis dos smartphones são feitas de polímeros (plástico), um material mais frágil que o vidro e mais propensos aos danos pela pressão direta. O desafio dos fabricantes é superar essa limitação física para popularizar o formato e conquistar a confiança do grande público.

 

 

A fotografia vai melhorar ainda mais

A qualidade fotográfica é um dos motivos para uma pessoa decidir por um determinado modelo de smartphone, e esse aspecto avançou de forma gigantesca em 2019, tanto na qualidade das lentes teleobjetivas como no processamento avançado de imagens.

O Huawei P30 Pro se destacou pela sua lente periscópica, que entregava resultados de zoom incríveis combinando o zoom ótico com o digital. O Google Pixel 4 consegue tirar fotos nítidas do céu estrelado, e outros smartphones se destacaram nos aspectos fotográficos, em diferentes maneiras.

Em 2020, os novos processadores de smartphones podem receber sensores fotográficos de até 200 MP, e os avanços levarão a sensores com teleobjetiva e ultra grande angular, entregando telefones ainda melhores nesse aspecto.

 

 

Telas de 120 Hz vão chegar às massas

É especulado que o Galaxy S11 terá uma tela com taxa de atualização de 120Hz. Mas este é um modelo top de linha. Em 2020, o padrão de 60Hz deve dobrar para os modelos intermediários, pelo menos.

Uma alta taxa de atualização ajuda a exibir detalhes gráficos melhores e na resposta dos gráficos de realidade aumentada, segmento que tem muito potencial, principalmente nos jogos. Nesse momento, poucos telefones contam com telas de 90Hz ou 120Hz, como são os casos do OnePlus 7T e o Google Pixel 4.

 

 

Uma carga de bateria ainda mais veloz

A ideia é: se você não pode ter uma bateria que aguenta um dia de uso, ao menos tenha uma bateria que recarregue a maior parte em apenas 30 minutos. O Galaxy Note 10 Plus vem com um carregador de 25W que recarrega a bateria em aproximadamente uma hora. Ele também funciona com um carregador de 45 W que preenche a bateria na metade do tempo.

A Apple também tem uma recarga rápida (finalmente) em todos os seus modelos em 2019, com um carregador de 18 W no iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

Logo, é inevitável que a carga rápida e a duração de bateria serão temas ainda mais frequentes em 2020.


Compartilhe