Como ser um beta tester do Project Atlas, o streaming de games da EA

Compartilhe

A Electronic Arts segue desenvolvendo a sua plataforma de games por streaming, a Project Arts. Ela vai permitir que os gamers rodem os seus jogos em diferentes hardwares, com os games sendo processados em servidores próprios da EA.

Agora, os primeiros jogadores podem testar o que a EA está desenvolvendo. Desde 9 de setembro de 2019 está ativa a fase de testes técnicos da nova plataforma de jogos na nuvem.

E você, mero mortal brasileiro, pode participar dessa fase de testes.

 

 

Como você pode participar, e o que você precisa para participar

 

 

A fase de testes do Project Atlas está ativa, e vai ficar assim pelas próximas duas semanas. Para participar, basta ter uma conta no Origin e realizar o cadastro nesse link para participar dos testes de jogos da comunidade EA, acessando a sua conta.

Porém, é importante deixar claro que entrar no programa de testes da EA não dá qualquer tipo de garantia que você será um dos escolhidos para participar dos testes do Project Atlas. E esta é a única forma para ser selecionado como um beta tester do projeto, pelo menos para o público em geral.

Você também precisa garantir que o seu perfil de playtesting está atualizado, a partir dos ajustes de sua conta para melhorar as suas possibilidades de se tornar elegível para o Project Atlas. Um representante da EA afirmou recentemente que a plataforma de jogos por streaming precisa ter, pelo menos, uma conexão entre 5 Mbps e 30 Mbps.

Em uma conexão de 5 Mbps, os jogos serão exibidos na resolução padrão de 480p. Os testes do Project Atlas só estarão disponíveis inicialmente no PC. Se você for selecionado para os testes, vai precisar realizar o download de um aplicativo de 15 MB no seu computador para utilizar a plataforma.

Os jogos da EA disponíveis para os testes são FIFA 19, Titanfall 2, Need for Speed Rivals e Unravel. Um detalhe importante: as especificações de hardware do seu computador não são importantes para utilizar o Project Atlas, e esse deve ser um dos trunfos da plataforma para tentar superar os seus concorrentes diretos.

 

Via Medium, PCMag


Compartilhe