Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como seguir compartilhando contas da Netflix sem restrições

Como seguir compartilhando contas da Netflix sem restrições

Compartilhe

A Netflix decidiu ser chata, velha e careta. Adotou medidas para limitar o compartilhamento de contas dos seus usuários, colocando fim a uma festa de 10 anos que ela mesma incentivou os seus assinantes a participar.

A velha Netflix não existe mais. Aquela gigante do streaming que não via qualquer tipo de problema no compartilhamento de contas em sua plataforma morreu quando o número de assinantes do serviço começou a cair. E seus esforços agora estão voltados para obter os lucros.

Mas sempre existe um jeito para tudo nessa vida, com exceção da morte. Encontraram uma maneira para seguir compartilhando contas na Netflix, mas evitando a cobrança adicional pela prática.

Continue a ler este artigo, e vou mostrar qual é o segredo do sucesso.

 

Como a Netflix vai identificar que você está compartilhando a sua conta?

Essa é uma das perguntas mais frequentes dos últimos dias, mesmo com a própria Netflix explicando o mecanismo. O problema aqui é que tudo é tão confuso, que praticamente ninguém entendeu como essa detecção de usuários com contas compartilhadas na plataforma vai funcionar.

E desconfio que nem mesmo o pessoal da Netflix entendeu como fazer essa detecção de usuários dar certo. Tanto, que dias depois do anúncio, veio até a imprensa para dizer que as informações compartilhadas inicialmente sobre esse mecanismo “estavam erradas”.

De qualquer forma, vamos explicar o mecanismo de forma muito simplificada, para um entendimento básico desse método de detecção. Afinal de contas, é importante compreender como o inimigo trabalha para saber como vamos combater o problema de forma eficiente.

O que a Netflix pretende fazer é utilizar os endereços IP, os identificadores de cada dispositivo que possui uma conta da Netflix cadastrada e o histórico de visualizações dos usuários com contas compartilhadas.

Dessa forma, a plataforma consegue identificar que apenas os membros de uma residência estão compartilhando de forma válida as contas e as senhas cadastradas.

O mecanismo é basicamente o mesmo que o Spotify vinha utilizando com as suas contas familiares. Porém, é um sistema que se demonstrou pouco eficiente, resultando apenas em suspensões pontuais do serviço que podem ser rapidamente restituídas com o método que vou ensinar a partir de agora.

 

Como seguir compartilhando as contas na Netflix sem maiores restrições

Eu sei que boa parte dos usuários da Netflix usam a plataforma através das contas compartilhadas. E essa galera não quer perder o acesso ao serviço porque os executivos da plataforma de streaming querem mais dinheiro para pagar os seus iates.

Dito isso, existe uma maneira de seguir compartilhando as contas na Netflix sem sofrer qualquer tipo de restrição ou cobrança adicional. Dá um pouco de trabalho, mas vale a pena tentar.

Tudo o que você precisa fazer é comprovar que aquele usuário que está compartilhando a conta com você é um membro da sua família. A verificação precisa ser feita a cada 30 dias para que as contas compartilhadas permaneçam ativas.

E o mecanismo de verificação passa por esses passos:

  1. Uma vez por mês, o proprietário da conta ou usuário principal que reside no endereço de cobrança cadastrado na Netflix deve iniciar sessão nas contas de usuário das demais pessoas que estão na conta compartilhada.
  2. Esse proprietário da conta principal pode fazer isso simplesmente entrando na conta de cada um dos demais usuários e assistindo a algum conteúdo uma vez por mês. Em teoria, esse é o requisito mínimo para comprovar que todos os usuários residem no local de cobrança da conta principal.
  3. Nas TVs, é recomendável que ele encerre a sessão e volte a iniciá-la uma vez por mês, realizando a verificação com o usuário principal para evitar que o bloqueio aconteça sem aviso prévio da Netflix.

É sempre importante lembrar que os dispositivos móveis utilizados por contas compartilhadas dificilmente vão receber qualquer tipo de bloqueio, já que não são poucos os usuários que se conectam a diferentes tipos de redes WiFi para acessar os conteúdos da Netflix.

 

Um aviso final

É importante lembrar que a dica que acabei de compartilhar neste artigo está embasada na teoria que muitos usuários tiveram no compartilhamento de contas do Spotify, e após a análise de simples interpretação das regras de compartilhamento de contas e eventuais bloqueios dessas mesmas contas estabelecidas pela Netflix recentemente.

Nem mesmo a Netflix coloca muita fé nessa história de bloqueio de suas contas compartilhadas, e as regras que ela mesma estabeleceu podem mudar a qualquer momento no futuro.

Se essa dica não funcionar na realidade prática (ou quando a Netflix estabelecer o bloqueio de contas compartilhadas aqui no Brasil), não nos responsabilizamos pelos efeitos colaterais que a sua conta na plataforma pode sofrer.

Mas não culpamos você por tentar as instruções que compartilhamos neste conteúdo. Afinal de contas, o NÃO você já tem.


Compartilhe