Se você percebeu que a sua internet sem fio está lenta ou com quedas sem que um problema técnico explique tal comportamento, pode começar a suspeitar: alguém está acessando a sua rede WiFi.

A boa notícia aqui é que existem várias formas de descobrir se estão acessado a sua rede, e tomar as medidas necessárias rapidamente, de forma bem simples, e com ferramentas de uso bem prático.

 

 

Como saber se alguém está roubando dados da minha internet WiFi

 

Existem vários métodos disponíveis, com aplicativos para Windows, iOS e Android. A seguir, vamos mencionar as opções.

 

 

Usando o roteador

 

A forma mais simples e uma das mais eficientes.

Desconecte todos os dispositivos conectados na rede sem fio de sua casa, e veja as luzes do roteador. Se você perceber que a luz que indica o WiFi continua a piscar, é sinal que ainda existe uma transmissão de dados. Ou seja, tem alguém usando a sua rede.

 

 

Ferramentas para Windows

 

 

Uma das ferramentas mais conhecidas e confiáveis nesse sentido é a Wireless Network Watcher, que escaneia e verifica os dispositivos conectados na sua rede naquele momento.

O software mostra os dispositivos conectados, com o seu IP e o endereço MAC. Assim, podemos identificar cada um, determinando se há algum dispositivo na rede que não nos pertence.

Uma vez identifica o intruso, você pode mudar a senha do WiFi de sua casa, ou configurar o roteador de foram que evitemos que um endereço MAC que não é de um dos nossos dispositivos acesse a rede. Mais adiante eu falo mais sobre isso.

Você pode fazer o download do Wireless Network Watcher nesse link.

Ainda para o Windows, o Microsoft Network Monitor tem funcionamento similar. Faça o download desse software nesse link.

 

 

Ferramentas para macOS

 

 

O Wireshark já tem um bom tempo no mercado, e é capaz de detectar se tem algum intruso conectado na rede WiFi da nossa casa. É uma ferramenta bem completa, que oferece muitas informações sobre a nossa rede doméstica, incluindo se tem alguém de fora conectado na rede.

O download do Wireshark pode ser feito nesse link. O aplicativo é compatível também com o Windows 10.

Outra ferramenta disponível para o macOS (e também para o Linux) é a Angry IP Scanner, que se encarrega de escanear a rede WiFi e localizar o IP dos dispositivos conectados à mesma. Faça o download desse software nesse link.

 

 

Ferramentas para Android e iOS

 

 

O Fing está disponível para as duas plataformas (Android, iOS). Ele vai escanear e detectar todos os dispositivos conectados a uma rede WiFi, e em alguns segundos ele mostra os eventuais intrusos que estão roubando a sua internet sem fio.

É possível identificar o nome do dispositivo e seu endereço MAC, entre outros dados. Você pode bloquear esse endereço, impendido assim que o dispositivo se conecte na sua rede.

 

 

Configurando o roteador para bloquear endereços MAC

 

No Windows, digite na barra de endereços do navegador a porta de configuração do roteador (normalmente é 192.168.1.1). Mas se você quiser verificar qual é esse endereço, digite na barra de buscas do computador “cmd.exe”, para abrir a janela de sistema. Então, digite “ipconfig”, e nos dados exibidos na tela anote a numeração do endereço pré-determinado.

Depois de digitar o nome de usuário e senha do roteador, entre na área de configurações. Vá até o item DHCP, e no segmento ‘log’, veremos todos os dispositivos conectados no roteador.

Podemos ver informações como endereço IP e endereço MAC dos dispositivos, além de suas respectivas assinaturas (Windows, macOS, iPhone, Android, etc). Assim, podemos bloquear os endereços MAC que não são dos seus dispositivos.