Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Áudio e Vídeo | Como melhorar o desempenho do Chromecast

Como melhorar o desempenho do Chromecast

Compartilhe

Você tem um Google Chromecast em casa, e utiliza esse dispositivo regularmente para reproduzir conteúdos de streaming do seu smartphone, computador ou tablet na TV. Mas de uns tempos para cá, está percebendo que a experiência de uso com esse dispositivo não está sendo muito satisfatória.

Travamentos, lags, arrastos de imagem e outras anormalidades acabam aparecendo nas imagens reproduzidas na tela, e tudo isso causa mais irritação do que satisfação para o usuário.

Neste post, vamos apresentar algumas dicas que podem ser adotadas de forma simples para tentar melhorar a experiência com o Chromecast em caso de problemas. Na maioria dos casos, esses truques vão resolver.

 

 

 

Como um Chromecast funciona na prática?

 

 

O Chromecast (e outros dispositivos de streaming) estão revolucionando o entretenimento doméstico por ser capaz de transformar uma TV que nasceu “burra” em uma Smart TV. Ou até mesmo melhorar uma TV que já é Smart com recursos avançados e atualizados, além de oferecer uma gama maior de conteúdos.

Seu funcionamento está baseado em um armazenamento de buffer em alta velocidade. Essa memória é temporária, e tão logo você muda de conteúdo, esses dados são descartados. Em compensação, como ele consegue guardar uma enorme quantidade de dados de imagem em pouco tempo, a sua experiência de reprodução de conteúdo é plena e sem travamentos.

Isso é… quando tudo está certo entre o Chromecast e a conexão de internet.

Se a sua conexão está mais lenta ou se existem elementos que podem causar interferências na conexão entre o seu roteador e o Chromecast, o resultado final de reprodução pode apresentar problemas e travamentos. E são esses problemas o que vamos tentar resolver neste post.

 

 

 

O que fazer para melhorar o desempenho do Chromecast?

  • Feche os aplicativos em seu celular ou computador: se você estiver transmitindo conteúdo de outro dispositivo para o Chromecast, feche os aplicativos ou programas de que não precisa. É até conveniente baixar o conteúdo antes de transmiti-lo para a TV.
  • Reduza a qualidade do conteúdo: as configurações de qualidade para vídeos podem ser muito exigentes para sua conexão atual. Um vídeo em 4K ou UHD requer a transmissão de muito mais dados no momento do que um vídeo de qualidade inferior. No celular, por exemplo, no YouTube você pode reduzir a qualidade do vídeo para melhorar a velocidade de reprodução na televisão.
  • Use um adaptador Ethernet: com uma porta Ethernet, é possível conectar o Chromecast diretamente ao roteador e obter velocidades de rede mais rápidas graças à rede com fio, mais confiável do que sem fio em muitos casos.
  • Verifique os aplicativos compatíveis com Chromecast: são poucos, já que o Google já trabalha com a maioria dos serviços online do mercado, mas se você tentar reproduzir conteúdo de um aplicativo que não seja compatível com este dispositivo, o sistema pode falhar.
  • Mude os canais WiFi: o canal através do qual o seu Chromecast se comunica com o roteador para acessar a internet e outros dispositivos pode estar muito saturado. Se você alterá-lo para um mais livre, você pode melhorar a velocidade de transmissão. Existem muitos aplicativos que podem analisar os canais e dar um relatório para saber qual é a melhor opção.
  • A origem do problema é outra: neste ponto, se não observamos melhorias, é possível que o problema não seja com seu Chromecast ou com a rede WiFi. É possível que a origem esteja nos servidores onde essas aplicações são gerenciadas e você deve verificar se os outros dispositivos da sua casa não apresentam os mesmos problemas. Nesse caso, você pode apenas esperar que a empresa conserte.

Compartilhe