Compartilhe

Por que smartwatches, smartbands e smartphones dão resultados muito diferentes na contagem de passos? Porque, infelizmente, eles não são tão precisos como poderiam ser. O fato de um desses gadgets indicarem que você alcançou o seu objetivo diário de passos não precisa necessariamente ser verdade. Na verdade, é muito provável que nem sequer se aproximam do número de passos reais dados.

Dependendo da marca e modelo do dispositivo, os resultados podem variar e muito. Mas… por que isso acontece? Existe alguma forma de melhorar o funcionamento desses dispositivos, com resultados mais próximos da realidade?

Vamos ver.

 

 

Por que esses gadgets não contam corretamente os passos?

 

 

Tudo depende do funcionamento de cada tipo de dispositivo. Tanto smartbands como smartwatches usam sensores inerciais de múltiplos eixos, ou para melhor compreensão de todos, acelerômetros, que detectam se o dispositivo está em movimento.

Os giroscópios também ajudam nessa equação, pois servem para detectar a direção e o movimento de rotação, mas ele não está presente em todos os dispositivos.

Porém, tantos dados podem ser interpretados de forma incorreta pelo sistema operacional, o que resulta em resultados distantes da realidade.

 

 

Leve em consideração as atividades que você faz

 

 

Algumas vibrações não são necessariamente passos, como um esforço com o braço, por exemplo. E vários outros movimentos do dia a dia também podem ser interpretados como passos quando não são (lavar as mãos, cozinhar, usar o mouse do computador, etc).

Por isso, se você vai lixar uma peça de madeira (por exemplo – ou qualquer outra atividade que envolva muitos movimentos com o braço), retire a smartband ou o smartwatch. Com certeza essa atividade vai registrar falso positivo.

Subir e descer escadas, deslocamento em elevadores, usar escadas mecânicas, viajar em um metrô ou ônibus, dirigir e outros movimentos aparentemente inocentes podem resultar em centenas e centenas de passos falsos.

Fique atento a tudo isso.

 

 

O que eu posso fazer para que meus passos sejam medidos corretamente?

 

É imprescindível tomar uma série de precauções para obter resultados mais confiáveis com smartbands e smartwatches na contagem de passos:

 

1. Use o seu dispositivo na mão que você usa menos: se você é destro, use a pulseira na mão esquerda. Se você é canhoto, use na mão direita. Assim, o número de falsos passos cai drasticamente. Agora, se você é ambidestro, eu não sei o que vai fazer.

2. Ajuste o dispositivo no seu pulso: não ter uma pulseira ou relógio bem preso ao pulso pode resultar em falhas na leitura de passos, do controle cardíaco e outras quantificações. Não aperte a ponto de comprometer a circulação do sangue, mas deixe o dispositivo preso e confortável.

3. Remova o dispositivo de acordo com a atividade: se você vai tocar um instrumento musical ou reger um coral, retire a smartband ou smartwatch. É o tipo de atividade que gera passos falsos.

4. Registre os períodos de inatividade: se o dispositivo permitir, registre os longos períodos de inatividade (soneca depois do almoço, longos períodos sentado trabalhando, assistindo um filme, etc). Ah, sim… aplaudir depois de um espetáculo pode registrar um falso positivo equivalente a correr uma maratona.

5. Siga as instruções do fabricante: eu sei que é chato, mas… leia o manual de instruções e siga o que o fabricante do produto indica como o mais correto para o uso do seu dispositivo.

 

Pode ser incômodo ter que colocar e retirar a smartband ou smartwatch do pulso quando for realizar uma atividade onde os passos não devem ser registrados. Mas tudo vai depender do que você quer que seja medido. Se você não se importar com os falsos positivos, não precisa mudar a sua rotina de uso. Simples assim.


Compartilhe